Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nuno Espírito Santo quer um FC Porto “consistente” para vencer Leicester

Logótipo de LusaLusa 26/09/2016 Bruno J. A. Manteigas
JOSÉ COELHO/LUSA © LUSA / JOSÉ COELHO JOSÉ COELHO/LUSA

Leicester, Inglaterra, 26 set (Lusa) - O treinador do FC Porto quer uma equipa "consistente" e capaz de vencer o jogo de terça-feira contra o Leicester para a Liga dos Campeões de futebol, para fazer esquecer o mau resultado na jornada anterior.

Consciente do mau resultado que foi o empate 1-1 cedido em casa frente ao FC Copenhaga, Nuno Espírito Santo quer aproveitar a partida da segunda jornada da fase de grupos para tentar romper com a incapacidade histórica de os 'dragões' vencerem jogos em estádios ingleses.

"Temos perante nós, amanhã [terça-feira], um novo desafio, uma nova oportunidade para demonstrar a equipa que queremos ser e que queremos ser de uma forma sustentada. A equipa tem de ser sustentável e consistente durante 90 minutos", disse, durante a conferência de imprensa de antecipação da partida.

O técnico mostrou-se consciente da dificuldade que é enfrentar o atual campeão da liga inglesa, que considera um dos campeonatos mais competitivos do mundo, mesmo admitindo que a equipa possa estar afetada depois da derrota por 4-1 frente ao Manchester United.

"O que nós esperamos e o conhecimento que temos do adversário que temos pela frente é a sua qualidade, os seus jogadores, o seu estilo de jogo, a sua ideia, a sua força no seu estádio. O momento que atravessam após um jogo do campeonato não o podemos prever", comentou.

Já sobre a própria equipa, notou que chega a Leicester após uma vitória 3-1 frente ao Boavista e mentalizada para voltar a ganhar, prometendo um jogo de passe e controlo da bola.

"Chegamos ao jogo após um momento, de um jogo do campeonato que sabíamos e tínhamos obrigação de ganhar e assim o fizemos. Foi um desafio, conseguimos ultrapassá-lo. Temos outro pela frente, que é o segundo jogo da fase de grupos", sublinhou.

Nuno Espírito Santo mostrou-se também atento ao perigo que representa o ponta de lança Islam Slimani, contratado pelos 'foxes' ao Sporting, ao serviço do qual marcou seis golos aos 'dragões'.

"Não é o tipo de jogador que se pode ignorar, é um ponta de lança e um marcador de golos e precisamos de controlá-lo", garantiu.

Confrontado com declarações de José Mourinho sobre a necessidade de os adeptos portistas terem "paciência" com o seu novo treinador e equipa, Espírito Santo resignou-se à pressão dos sócios e simpatizantes em conquistar vitórias.

"É algo que não existe. Nós os treinadores temos essa consciência. Queremos construir e precisamos de tempo para o fazer, mas temos a necessidade tremenda de ganhar", enfatizou, assegurando que está no caminho para levar o clube ao sucesso.

Quanto ao 'onze' inicial, Nuno Espírito Santo afirmou que só decidirá se incluirá o lateral-direito Maxi Pereira, de volta aos convocados após uma lesão, depois do treino de hoje.

Já Alex Telles, espera estar no 'onze' inicial e jogar perante o que considera uma grande equipa.

"Estamos falando do atual campeão inglês. Sabemos da grande equipa que é e temos de respeitar. Mas acho que a melhor maneira de respeitar é entrar já desde o primeiro minuto querendo ganhar a primeira bola e sair do fim do jogo com um resultado positivo", vincou hoje na conferência de imprensa no Estádio King Power.

O jogo entre Leicester City e FC Porto está marcado para as 19:45 de terça-feira e será arbitrado pelo turco Cuneyt Çakir.

BM // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon