Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nuno: "Rotatividade? Para isso é preciso haver um onze definido..."

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/03/2017 Hugo M. Monteiro

Nuno Espírito Santo recusa a ideia de um onze base no FC Porto e realça a importância de manter a equipa focada nos seus objetivos, antes do jogo com o Arouca.

© Ivan Del Val/Global Imagens

Antevisão do jogo com o Arouca: "Um jogo difícil, o campeonato é muito competitivo, e em Arouca vamos encontrar uma equipa que não atravessa um bom momento, mas que nos serve de aviso. Temos de estar sempre preparados e é isso que vamos fazer. Estar preparados e conquistar três pontos".

Herrera e Corona: "Ainda falta algum tempo, não estão integrados na dinâmica do grupo, vamos esperar até amanhã para tomar decisões definitivas".

Rotatividade a pensar na Juventus? "Para haver rotatividade tem de haver um onze definido. E não há isso no FC Porto. Há um plano e uma ideia de jogo, à qual se adequam os jogadores".

Bom momento de forma do FC Porto: "O fundamental é saber o que fizemos desde o início e quando as coisas não saíam tão bem, manter o rumo. Isso é que faz com que as equipas cresçam e se levantem de momentos menos bons. Nunca está terminado o processo, perspetivamos um crescimento sustentado. Independentemente de qualquer recorde, o fundamental é o trabalho de equipa. Dependemos apenas e só de nós mesmos".

Possibilidade de ultrapassar o Benfica: "Vivemos o nosso dia a dia. O que espero é chegar a Arouca perfeitamente preparado. Depois, tudo depende do nosso trabalho, que tem de ser de máxima exigência. Sabemos que vamos ter o apoio massivo dos portistas. Que nos façam sentir como se estivéssemos no Dragão".

Exigência: "Felizmente temos conseguido sucesso, e quando se consegue, a exigência sobe. Queremos manter essa exigência para continuar a vencer".

Foco: "Foco-me apenas e só no FC Porto. O nosso trabalho passa por não descansar por aquilo que queremos, que é um FC Porto campeão. E isso exige muito de quem trabalha no dia a dia no FC Porto. Queremos o FC Porto campeão e vamos dar o máximo por isso".

Gestão a pensar nos cartões amarelos: "Não vai haver gestão".

Chegada de Soares e melhorias na equipa: "Os jogadores sabem que podem dar cada vez mais. Sabemos as suas qualidades e o seu talento, mas sabemos que há coisas a melhorar. Quando não temos bola, há que melhorar. Perspetivo todos os jogadores mais fortes, daí o trabalho diário que fazemos".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon