Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nuno Saraiva e os insultos a Marta Soares: "Podia ter acontecido uma tragédia"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/03/2017 Alcides Freire

Diretor de comunicação do Sporting reagiu aos distúrbios registados na chegada do presidente da Mesa da Assembleia Geral leonina ao Estádio da Luz, este sábado.

Jaime Marta Soares. © Filipe Amorim/Global Imagens Jaime Marta Soares.

Jaime Marta Soares foi recebido com insultos na chegada ao Estádio da Luz, palco do Portugal-Hungria deste sábado, e, através do Facebook, Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, reagiu prontamente aos distúrbios registados.

"Hoje [sábado], à chegada ao Estádio da luz onde se deslocou a convite da FPF e em representação do Sporting CP, o Presidente da Mesa da Assembleia Geral foi insultado e ameaçado por elementos das claques do Benfica. Não fosse a imediata intervenção da polícia, que soube comportar-se com enorme profissionalismo, e podia ter acontecido uma tragédia. Esta é a diferença entre quem boicota a Seleção Nacional como parte de uma estratégia de intimidação e coação e quem sabe comportar-se e quer contribuir para a elevação do futebol português, como é o caso do Sporting Clube de Portugal", atirou Saraiva, dirigindo várias alfinetadas ao clube encarnado:

"O que hoje aconteceu, além de lamentável, é a consequência óbvia do comportamento intolerável de um clube que usa também seu treinador para fazer ameaças com exércitos mitológicos de seis milhões. Mas é também o resultado do desespero de uma estrutura que está caduca e a sentir-se ameaçada", acrescentou o diretor de comunicação leonino. A terminar, deixou um apelo: "Esperemos que as instâncias do futebol não se voltem a vergar, subservientes, perante quem dá esta imagem de um desporto e de um país que é Campeão Europeu, e que os autores, materiais e morais, daquilo que hoje aconteceu sejam devidamente punidos", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon