Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

O assunto mais comentado: As cuecas de Dani Sordo

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/05/2017 Alcides Freire
© Fornecido por O jogo

Superstição "Uso sempre as mesmas, mas lavo-as", confessou o espanhol, vítima de uma partida dos mecânicos: encheram-lhe o Hyundai de lingerie

Dani Sordo abriu o Rali de Portugal como o mais rápido do Shakedown, em Paredes, mas também à gargalhada, uma boa forma de esquecer as notícias vindas de Espanha, onde o seu pai foi condenado a prisão - com pena suspensa - por desobediência devido a umas obras na pista de karting que possui. Mas se o piloto mais popular nas redes sociais se riu foi porque encontrou quase duas dezenas de peças de roupa interior feminina quando chegou ao Hyundai i20. Já depois de fazer o melhor tempo matinal - e antes de ser quinto em Lousada -, o espanhol foi obrigado a explicar a brincadeira em conferência de Imprensa. "Uso sempre a mesma roupa interior quando estou a pilotar. Mas lavo-a todas as noites!", avisou, continuando: "No último dia do Rali da Argentina as cuecas ainda estavam húmidas de manhã e deixei-as a secar no carro. Os mecânicos encontraram-nas, mas avisei logo que precisava delas para este rali, porque são as minhas cuecas da sorte!" O final da história é fácil de entender. Mas Sordo contou tudo: "Os mecânicos encheram-me o carro com roupa interior feminina. Estava espalhada por todo o lado... Devem ter gasto um dinheirão!". Se a superstição de Sordo deixou toda a sala de Imprensa a rir-se, faltava a intervenção de Kris Meeke, rival da Citroën, para dar o remate perfeito: "Quero informar que mudei de cuecas desde a Argentina".

[HTML:html|rally/Rally%20de%20Portugal%202017.html|100%|500]

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon