Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"O Cláudio Ramos nunca esteve para sair"

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Alcides Freire

O guarda-redes do Tondela, Cláudio Ramos, abordou os desafios que a equipa tondelense vai ter pela frente na temporada que se avizinha

O guarda-redes do Tondela Cláudio Ramos avançou que o objetivo principal dos auriverdes para 2017/2018 é fazer uma época mais tranquila do que as últimas duas, em que escaparam à despromoção na última jornada.

"O nosso objetivo principal é fazer uma época mais tranquila do que as últimas duas e que corra tudo pelo melhor. Temos de entrar fortes, começar bem o campeonato porque a confiança vem com as vitórias e as boas exibições", apontou.

Nas declarações aos jornalistas, o guardião dos beirões sublinhou que o regresso aos trabalhos "nunca é fácil", já que o corpo se desabitua durante o "mês e pouco de férias".

"Está a ser bom, a malta está a dar-se bem. Os mais novos estão a integrar-se bem no grupo", acrescentou.

Apesar do tempo de trabalho ainda ser curto, Cláudio Ramos destacou que já deu para ver que o plantel tem "muita qualidade".

"Ficar a espinha dorsal de uma equipa é sempre importante porque já conhecem as ideias do treinador. Agora é passar isso à malta nova, penso que o processo vai ser mais rápido e, se calhar, daqui a 15 dias o pessoal já está todo integrado e conhece a maneira de jogar", sustentou.

O guarda-redes do Tondela prepara-se para cumprir a sua sétima temporada com a camisola auriverde, sendo agora um dos mais antigos do plantel, por quem assinou recentemente por mais três anos.

© Tony Dias

"O Cláudio nunca esteve para sair, esteve sempre focado no objetivo da época passada que era a manutenção e depois sempre disse que no fim iria resolver a minha situação. Acabei por ficar e ainda bem que isso aconteceu", referiu.

Na segunda-feira, o treinador do Tondela, Pepa, destacou que o primeiro pedido que fez ao presidente auriverde e à sua direção foi "começar a construir equipa de trás para a frente", aludindo à renovação com Cláudio Ramos.

"Penso que isso é sinal de confiança. O mister falou comigo e disse-me que queria muito que eu ficasse e que queria começar a fazer a equipa de trás para a frente", concluiu o guardião.

As declarações de Cláudio Ramos aos jornalistas chegaram a estar agendadas para terça-feira, antecedendo aquele que seria o primeiro treino do Tondela da pré-temporada, no campo de treinos do Estádio João Cardoso, em Tondela.

No entanto, o mau estado do relvado do campo de treinos do Estádio João Cardoso obrigou a uma reprogramação dos trabalhos, com a preparação dos auriverdes a ter sido agendada para o concelho vizinho, no Estádio Municipal de Mangualde.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon