Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

O estádio do Bayern é mais barato do que Neymar

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/08/2017 Alcides Freire
. © Fornecido por O jogo .

Diretor executivo do Bayern critica o PSG pelo valor pago pelo avançado e recorda quanto custou Allianz Arena

As críticas ao PSG pela contratação de Neymar avolumam-se. Ontem, foi a vez de Karl-Heinz Rummenigge, diretor executivo do Bayern, que, para defender o seu ponto de vista, fez uma comparação com o custo do Allianz Arena, casa dos pentacampeões alemães. "No meio da discussão originada pela transferência, perguntei-me o que era mais importante: Neymar ou a Allianz Arena. Para nós, a Allianz Arena é cada vez mais importante e de longe. A transferência de Neymar, no conjunto, custou mais do que o total gasto com o estádio", salientou Rummenigge ao jornal "Bild".

Inaugurada em maio de 2005, a casa do Bayern custou 340 Meuro, valor suplantado no negócio de Neymar contabilizando apenas a cláusula de rescisão que o PSG pagou ao Barcelona e o salário limpo do jogador nos cinco anos de contrato: 222 Meuro mais 150 Meuro. Isto perfaz 372 Meuro, mas a este valor o PSG ainda tem de acrescentar impostos e comissões, com o total a atingir os 500 milhões.

Realçando que a filosofia do Bayern "é diferente" e que o clube "não pode nem quer cometer estas loucuras", Rummenigge aponta o dedo à Comissão Europeia por não ter permitido os tetos salariais. "Antes da introdução do fair play financeiro em 2011, estive várias vezes com o então presidente da UEFA, Michel Platini, em Bruxelas, em reuniões com a Comissão Europeia e o objetivo era só um: a introdução de um limite salarial a nível europeu, mas isso foi sempre rejeitado", reforçou o dirigente, exigindo "mais racionalidade" no futebol.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon