Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"O mês de férias já passou e assim não está fácil"

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/06/2017 Alcides Freire

Álvaro Magalhães pede respeito pelo futebol português e pede que as entidades competentes sejam rápidas a esclarecer as acusações de que o Benfica é alvo.

© Jorge Amaral

Para Álvaro Magalhães, o clima de suspeição que se vive no futebol português, nomeadamente a troca de acusações entre os clubes grandes, não se coaduna com o que se está a viver, neste momento, na Rússia, com a Seleção Nacional nas meias-finais da Taça das Confederações.

"Espero que analisem e investiguem este processo o mais rapidamente possível", declarou esta quarta-feira Álvaro Magalhães a O JOGO, referindo-se aos mails que o FC Porto diz ter entregue à Polícia Judiciária com informações comprometedoras a envolver o Benfica - parte delas já publicamente conhecidas.

"Somos campeões europeus, estamos nas meias-finais da Taça das Confederações, temos os melhores treinadores do mundo. Temos de dignificar o nosso futebol e, por isso, gostaria que as entidades que o gerem analisassem a situação e tomassem uma posição o mais rapidamente possível. Que haja paz no futebol português, declarou Álvaro Magalhães.

O ex-jogador e ex-técnico adjunto do Benfica, que na passada temporada esteve no comando técnico do Gil Vicente, não se quer pronunciar sobre o conteúdo das informações que têm sido veiculadas pelo FC Porto, deixando apenas um apelo.

"Acredito nas pessoas e espero que resolvam isto rapidamente para que o campeonato possa começar de forma serena. O mês de férias já passou e assim não está fácil", sustentou.

"Gostamos de futebol, trabalhamos para ganhar dentro das quatro linhas. Que haja respeito pelo futebol", acrescentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon