Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

O que Alex Ferguson fazia fortalecer Cristiano Ronaldo

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/09/2017 Ana Proença

Tony Coton, treinador de guarda-redes do Manchester United quando Cristiano Ronaldo foi para o emblema inglês, revelou como Alex Ferguson, então o treinador da equipa, lidava com o português.

Num artigo para o Daily Mail, Tony Coton conta como Alex Ferguson instruía a sua equipa técnica para "fazer vista gorda" das faltas e agressões que Cristiano Ronaldo sofresse durante os jogos nos treinos, de modo a que o jogador se fortalecesse.

© ANTONIO SIMOES / Global Imagens

E, na verdade, conta a mesma fonte, era nesses jogos - quando sofria faltas e estas não eram assinaladas - que o craque português, então em ascensão, mais rendia.

Ainda segundo o ex-técnico de guarda-redes, Ferguson detestava a forma como Cristiano Ronaldo "caía como uma boneca de trapo" cada vez que perdia um duelo com um defensor.

Cristiano Ronaldo chegou ao United, oriundo do Sporting, em 2003, com 18 anos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon