Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"O segredo é descansar mais do que aquilo que se treina"

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/10/2017 Alcides Freire

Ivo Oliveira foi medalha de prata na prova de perseguição do campeonato da Europa e o gémeo Rui ganhou o bronze na eliminação. Correm na americana Axeon, mas têm feito história na pista

Nem o fim abrupto da carreira de Hélder Oliveira, devido à nova regra de limite de idades que o deixou sem contrato, travou os gémeos.

Quem nasce com um irmão ciclista e 14 anos mais velho torna-se fatalmente ciclista?

Ivo: A família não nos obrigou a nada, mas, tendo um pai diretor desportivo e um irmão corredor, quisemos logo ir para o ciclismo.

Rui: Víamos o nosso irmão sair para treinar e queríamos ir com ele...

O fim súbito da carreira do Hélder não vos assusta?

Ivo: Ele terminou a carreira de forma muito má, esperou até dezembro sem saber se teria contrato. Não devia ter sido tratado assim, depois de uma época excelente na W52. Sempre foi leal e trabalhador. Foi injusto abandonar assim e realmente assustou-nos. Ele agora está bem, numa empresa de informática.

© Fornecido por O jogo

Limitam o vosso dia a dia por serem ciclistas profissionais?

Ivo: Temos de descansar ainda mais do que treinamos. O segredo é esse.

Rui: O descanso é sobretudo ficar em casa; por vezes temos de dizer não aos amigos. E não podemos comer o que nos apetece. A alimentação tem de ser sempre saudável.

Poderiam vingar num outro desporto?

Ivo: Gosto de futebol e de andebol, mas para praticar acho que só tenho jeito para ciclismo. Fizemos karaté, mas quando éramos muito pequenos e nunca foi uma paixão.

ENTREVISTA PUBLICADA NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO E-PAPER E IMPRESSA

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon