Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Obra de 400 mil euros arranca esta semana no quartel de bombeiros de Santo André

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/07/2017 Administrator

As obras de remodelação do quartel dos bombeiros de Vila Nova de Santo André, concelho de Santiago do Cacém, Setúbal, arrancam esta semana, num investimento superior a 400 mil euros, indicou hoje o presidente da associação.

O atual parque de viaturas vai dar lugar a camaratas, vestiários, balneários, uma central de comunicações, salas de bombeiros, de reuniões e de trabalho e uma central de despacho, explicou à agência Lusa o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Santo André, Fonseca Santos.

Considerada pelo presidente da associação uma obra "absolutamente necessária para dar condições aos bombeiros", a remodelação do quartel, inaugurado em 2002 e onde trabalham cerca de 50 pessoas, entre funcionários e voluntários, começa ainda "esta semana", tendo já sido montado o estaleiro no local.

Com "camaratas diminutas" e "sem balneários", Fonseca Santos reconheceu que atualmente "não há condições de trabalho", esperando com o investimento resolver a situação.

O projeto de remodelação do quartel, com um prazo de execução de 10 meses, é comparticipado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) em 85%.

O restante valor da empreitada é assegurado pela própria associação, que, além dos 15%, vai investir mais 42 mil euros que não estavam inicialmente previstos e que, por isso, não estão incluídos na candidatura, fazendo subir para 442 mil euros o custo total da obra.

Para assegurar o valor não comparticipado do investimento, "mais de 100 mil euros", a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santo André tem estado a promover, desde o final do ano passado, uma campanha de angariação de fundos, que já permitiu juntar 22 mil euros.

O município de Santiago do Cacém, no distrito de Setúbal, decidiu, por seu turno, financiar o projeto em cerca de 52 mil euros, metade do valor não comparticipado pelo POSEUR.

"A Câmara de Santiago do Cacém disponibilizou-se para ajudar, uma vez que a candidatura ao POSEUR foi aprovada, mas há uma verba que não entrou na candidatura e ainda há a parte não financiada e nós, dentro dessa verba, assumimos o pagamento de 50% do valor", disse à agência Lusa o presidente do município, Álvaro Beijinha.

Além da verba destinada à obra, a autarquia de Santiago do Cacém apoia habitualmente as quatro associações de bombeiros existentes no concelho com a atribuição de uma verba anual de 12.500 euros a cada, estando ainda a seu cargo o pagamento dos seguros de todas as viaturas das corporações.

O quartel dos bombeiros que vai ser remodelado está localizado na freguesia de Santo André, concelho de Santiago do Cacém, a cerca de 10 quilómetros do complexo industrial de Sines.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon