Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ochoa, um guarda-redes que o Brasil vai lembrar

Sportinveste 17/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Ochoa, um guarda-redes que o Brasil vai lembrar © Sportinveste Multimédia Ochoa, um guarda-redes que o Brasil vai lembrar

O México, apoiado numa grande atuação do guarda-redes Guillermo Ochoa, anulou o Brasil e colocou-se em excelente posição para atingir os oitavos de final do Mundial2014 de futebol, tal como os canarinhos.

Ao oitavo jogo numa fase de grupos (três com Portugal), Scolari, muito conservador em todas as opções, não venceu e a maior culpa foi de Ochoa, autor de uma mão cheia de grandes intervenções, repetindo o "zero" da estreia (1-0 aos Camarões), bem resguardado pelo veterano Rafael Marquez. O jogador do Leon, de 35 anos, esteve imperial -- como líder de uma defesa a cinco, com três centrais - no seu 122º jogo pelo México, no qual também se destacou o portista Herrera, isto num conjunto que fez bem mais do que só defender. Os mexicanos só pecaram nos remates, pois a maioria saiu a "rasar" os postes e a barra da baliza de Júlio César, que só teve de intervir, a sério, já nos descontos.

Com Ramires em vez de Hulk, em relação à estreia, o Brasil entrou a dominar, como se esperava, perante um México mais expectante, em 5-3-2, mas o primeiro momento de emoção apenas aconteceu aos 24 minutos, e num remate do portista Herrera. Esta jogada como que "acordou" o conjunto brasileiro, que se tornou mais perigoso e quase marcou logo a seguir, aos 26 minutos, num cabeceamento de Neymar, após centro da direita de Dani Alves, ao qual Ochoa respondeu com uma grande defesa.

Depois, e com o Brasil por "cima", seguiram-se remates menos perigosos de Oscar (29 minutos), Fred (35) e Marcelo (39), com resposta de Vasquez (41), que não acertou no alvo. A última "palavra" voltou, porém, a ser de Ochoa, com nova defesa "enorme", agora em resposta a um remate já na pequena área de Paulinho, que não conseguiu dar sequência a um grande passe com o peito de Thiago Silva, após livre de Neymar.

O início da segunda metade começou com uma arrancada com perigo na direita de Bernard, entrado para o lugar do "amarelado" Remires, mas a resposta mexicana foi pronta, com uma série de remates de longe, o mais perigoso de Herrera, aos 57 minutos.

A resposta de Scolari foi a troca do ponta de lança (Jô em vez de Fred), aos 68 minutos, que o público brasileiro recebeu com assobios, para, um minuto volvido, Ochoa voltar a brilhar, desta vez em resposta a um potente remate de Neymar.

Como o aproximar do final, o jogo tornou-se mais partido, com os mexicanos a refrescar a equipa com Javier Hernandez, Fabian e Jimenez, enquanto Willian, em vez de Oscar, foi a derradeira aposta dos "canarinhos", mais uma vez com risco mínimo.

O Brasil ainda teve mais uma oportunidade "enorme", mas Ochoa voltou a ser "gigante", em resposta a um cabeceamento de Thiago Silva, depois de um livre de Neymar.

Por seu lado, e aproveitando algum balanceamento ofensivo dos anfitriões, os mexicanos também assustaram, num remate de Guardado por cima e num outro, já nos descontos de Gimenez, que acertou na baliza, finalmente. Júlio César disse presente.

Jogo no Estádio Castelão, em Fortaleza.

Brasil -- México, 0-0.

Equipas:
- Brasil: Júlio César, Dani Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo, Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar (Willian, 84), Ramires (Bernard, 46), Neymar e Fred (Jô, 68).
Treinador: Luiz Felipe Scolari.

- México: Ochoa, Aguilar, Rodriguez, Rafael Marquez, Moreno, Layun, Vasquez, Herrera (Fabian, 76), Guardado, Geovani Dos Santos (Gimenez, 84) e Peralta (Javier Hernandez, 74).
Treinador: Miguel Herrera.

Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ramires (45), Aguilar (59), Vasquez (62) e Thiago Silva (79).

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon