Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ocorrências naturais nos Açores atingiram valor mais baixo em 2017 -- Governo

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/10/2017 Administrator

A titular da pasta do Ambiente dos Açores declarou hoje que se registou em 2017 o "menor número" de ocorrências (179) dos últimos cinco anos, altura em que começaram a ser elaborados os relatórios sobre o estado das ribeiras.

"A segurança das pessoas e o valor da vida humana não têm preço e o resultado do crescimento do investimento está à vista, registando-se em 2017 o menor número de ocorrências desde que são elaborados os relatórios do estado das ribeiras", declarou Marta Guerreiro.

A governante falava em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, na apresentação pública do relatório sobre o estado das ribeiras nos Açores, em 2017.

Em 2016, haviam-se registado na região 316 ocorrências, correspondendo o assoreamento, obstruções e derrocadas a 74% do total das situações verificadas.

Marta Guerreiro referiu que foram avaliados 428 quilómetros de ribeiras, dos quais 304 quilómetros de novas avaliações e 124 de avaliações do ponto de situação relativo a locais que foram considerados no relatório anterior, tendo sido abrangidas 138 bacias hidrográficas.

A responsável, que declarou ter-se quadruplicado, comparativamente com 2012, as dotações orçamentais para a prevenção e segurança das populações face aos riscos associados aos recursos hídricos, disse que o executivo açoriano inscreveu no Plano e Orçamento cerca de oito milhões em 2017.

Além da intervenção contínua do Governo Regional nos cursos de água, a titular da pasta do Ambiente referiu que foram celebradas parcerias com 100 juntas de freguesia, no âmbito do projeto "A minha ribeira", que visam mobilizar a população para a monitorização e limpeza das linhas de água.

Marta Guerreiro anunciou, ainda, que a rede hidrometeorológica dos Açores terá um total de 99 estações automáticas, em breve distribuídas pelas nove ilhas.

A governante lembrou, por outro lado, que, além do Plano Regional da Água, a região possui o Plano de Gestão da Região Hidrográfica, cinco planos de ordenamento de bacias hidrográficas, abrangendo 18 lagoas nas ilhas de São Miguel, Pico e Flores, e a aprovação do Plano de Gestão de Riscos de Inundações dos Açores.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon