Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

OE2018: Imposto pode subir preço do maço de tabaco até 10 cêntimos -- Deloitte

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/10/2017 Administrator

O aumento do Imposto sobre o Tabaco (IT) previsto na proposta de Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) pode significar uma subida de até 10 cêntimos no maço de cigarros, segundo simulações feitas pela consultora Deloitte.

De acordo com a proposta de OE2018, entregue na sexta-feira à noite à Assembleia da República, a taxa do elemento específico relativo aos cigarros aumenta de 93,58 euros por milheiro (mil cigarros) para 94,89 por milheiro (1,4% de aumento). Por outro lado, verifica-se uma ligeira diminuição do respetivo elemento 'ad valorem' de 16% para 15%.

"No caso de um maço de tabaco que custe hoje 4,90 euros, estima-se que o imposto adicional será de 6 cêntimos (assumindo o mesmo valor de referência do tabaco para 2018). Pretendendo os agentes económicos, pelo menos, manter as suas margens, um maço de tabaco que custe hoje 4,90 euros deverá passar a custar 5,00 euros", disse à agência Lusa o fiscalista Afonso Arnaldo, da Deloitte.

A tributação que recai sobre o tabaco é feita por via de duas componentes de imposto (um elemento específico e outro sobre o valor do tabaco) e a proposta de OE2018 prevê um aumento da tributação referente ao elemento específico.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon