Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

OE2018: PSD diz que Governo "brinca com os números" para esconder redução na Defesa

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Administrator

O PSD contestou hoje que as verbas previstas no Orçamento do Estado para 2018 para a área da Defesa correspondam a um aumento real, acusando o Governo de "brincar com os números" para esconder uma redução.

O Orçamento do Estado para 2018 para a Defesa prevê uma despesa total consolidada de 2.151,3 milhões de euros, mais cerca de um milhão e meio de euros face ao orçamentado para 2017 e mais 7,5% face à estimativa de execução deste ano.

Segundo o relatório que acompanha a proposta de lei, o Governo estima que a despesa total consolidada nesta área se fixe nos 2.001,4 milhões de euros, em 2017, quando o montante orçamentado para este ano tinha sido de 2.149,8 milhões de euros.

"O que esta estimativa indica é que serão gastos este ano menos 150 milhões de euros do que o previsto", sublinhou, em declarações à Lusa, o deputado do PSD Bruno Vitorino, no parlamento.

Quanto ao orçamento para 2018, Bruno Vitorino questionou a metodologia usada no relatório para fazer o comparativo com a dotação para 2017 e para 2018, afirmando que "o Governo brinca com os números para dizer que há aumento quando o que na realidade existe é uma redução, na prática, das verbas disponíveis para a operação".

"Se 60% da verba são despesas com pessoal, se as cativações vão continuar, a verba que sobra para a operação é irrisória", criticou.

A proposta de Orçamento do Estado para 2018 será discutida na generalidade, na Assembleia da República, nos dias 02 e 03 de novembro, estando a votação final global agendada para 28 de novembro.

A audição com o ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, no parlamento, sobre a proposta, está prevista para o dia 10 de novembro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon