Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Oficiais da polícia detidos por suspeitas de roubo de marfim em Moçambique

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/08/2017 Administrator

O comandante da polícia e o diretor da Investigação Criminal do distrito de Mandlakazi, província de Gaza, sul de Moçambique, estão detidos por suspeitas de roubo de marfim, noticia hoje a Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Além dos dois oficiais da polícia moçambicana, estão também detidos dois agentes por suspeitas no desaparecimento de duas pontas de marfim das instalações do comando distrital, escreve a AIM, citando uma fonte governamental.

As duas pontas de marfim estavam guardadas no comando da polícia do distrito de Mandlakazi, depois de terem sido retiradas de um elefante encontrado morto num povoado chamado Macuácuá.

Funcionários da Direção Provincial da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural retiraram as pontas de marfim para impedir que as mesmas fossem extraídas por traficantes de marfim.

Moçambique é frequentemente palco de abate de elefantes e rinocerontes para extração de marfim e cornos e o país alberga grupos de caçadores furtivos que abatem animais no parque sul-africano de Krueger para alimentar o tráfico de peças de animais em risco de extinção, maioritariamente vendidas no mercado asiático.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon