Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Oito detidos por administração danosa da farmácia do Hospital Nacional Simão Mendes -- PJ guineense

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/08/2017 Administrator

A Polícia Judiciária (PJ) da Guiné-Bissau anunciou hoje a detenção de oito pessoas no âmbito da operação "Olhos de Lupa" por suspeitas de gestão danosa da farmácia do Hospital Nacional Simão Mendes, em Bissau.

"Nessa operação foram detidos sete indivíduos que foram encaminhados para o Ministério Público", afirmou o diretor-geral da PJ guineense, Bacari Biai.

Segundo Bacari Biai, os detidos são suspeitos de crimes de peculato, administração danosa e sobrefaturação na compra de medicamentos.

O diretor da PJ guineense referiu também que numa operação de investigação aos correios da Guiné-Bissau foi detido uma pessoa por suspeita de corrupção.

"Em causa estão 300 milhões de francos cfa (cerca de 457 mil euros) para a reabilitação dos edifícios do correio", disse, explicando que a obra não foi terminada.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon