Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Oito mineiros continuam desaparecidos depois de acidente em mina da Sibéria

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/08/2017 Administrator

Oito pessoas, ainda desaparecidas na sequência da inundação de uma mina de diamantes na Sibéria, Rússia, continuavam hoje a ser procuradas pelos socorristas, anunciou a empresa russa Alrosa, maior produtor mundial e proprietária da mina.

Um mineiro, Alicher Mirzaïev, de 36 anos, que foi hoje retirado para a superfície e hospitalizado, está em estado estável apesar dos ferimentos resultantes do frio e a sua vida não corre perigo, adiantou a Alrosa num comunicado.

Oito pessoas ainda estão desaparecidas depois do acidente, que ocorreu na sexta-feira à tarde na mina subterrânea "Mir" (Paz) numa jazida explorada desde 1958 na República Sakha, no Extremo Oriente da Rússia, a mais de 4.000 quilómetros de Moscovo.

A quase totalidade dos 142 mineiros que estava na mina no momento da inundação foi retirada poucas horas depois do acidente.

A inundação foi provocada por um problema numa estação de bombagem, referiram os serviços de emergência desta região na república de Sakha.

A jazida Mir (Paz), explorada desde 1958, consistia no início de uma cratera profunda de 1,3 quilómetros e um diâmetro de mais de 500 metros, até à interrupção da exploração a céu aberto em 2001.

A imensa cratera foi reativada com a abertura de uma mina subterrânea em 2009, que produz um milhão de toneladas de mineral por ano.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon