Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

ONU abre inquérito internacional sobre crimes no Iémen

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/09/2017 Administrator

O Conselho dos Direitos Humanos da ONU decidiu hoje enviar para o Iémen especialistas internacionais para investigarem as alegações de crimes de guerra cometidos no país.

Uma resolução nesse sentido, apresentada pelos países árabes e apoiada pelos países ocidentais, foi adotada por unanimidade após intensas negociações nos corredores da ONU.

O texto pede ao Alto-Comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al-Hussein, para criar, com a "duração de pelo menos um ano", "um grupo de especialistas internacionais e regionais" que deverá "proceder a uma análise exaustiva de todas as presumíveis violações dos direitos humanos e abusos cometidos por todas as partes no conflito desde setembro de 2014".

Os especialistas, que serão nomeados até ao final deste ano, deverão entregar um relatório ao Conselho dentro de um ano, podendo os seus mandatos ser renovados, precisa a resolução.

A guerra no Iémen opõe forças pró-governamentais, apoiadas pela Arábia Saudita e concentradas no sul, à aliança Huthis-Saleh, que controla a capital e o norte do país desde setembro de 2014.

Desde março de 2015, data do início de uma campanha militar de vários países, liderada pela Arábia Saudita, contra os rebeldes Huthis, apoiados pelo Irão, o conflito fez cerca de 8.500 mortos e 49.000 feridos e desencadeou uma grave crise humanitária, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) -- um balanço que inclui tanto combatentes como civis.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon