Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Oxalá que Alan Ruiz possa repetir a minha história"

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/04/2017 Alcides Freire

Com o dérbi a bater à porta, Acosta, que ajudou a saciar a sede de 18 anos sem o título de campeão, está "surpreendido" com Alan Ruiz e aposta no resgate do título na próxima época

. © Filipe Amorim/Global Imagens .

Falando A O JOGO como adepto declarado do Sporting, Acosta lançou-se de pronto à conversa. "Alan Ruiz está a fazer uma grande campanha no Sporting e até me surpreende pelo seu nível. A adaptação foi razoavelmente rápida uma vez que pode demorar uma temporada a ambientação a Portugal. Comigo passou-se algo muito similar. Demorei cerca de seis meses. Custou-me, mas depois tudo saiu com naturalidade", relembrou Acosta. O argentino exprimiu um desejo muito particular diretamente ao seu compatriota: "Oxalá que Alan possa repetir a minha história, que seja feliz neste dérbi e, sobretudo, que ajude a tornar o Sporting campeão."

É justamente por um esquadrão leonino a passear as faixas de campeão - visão inexistente desde 2002 -, que Beto Acosta torce com fervor do outro lado do Oceano Atlântico. As fichas do antigo dianteiro que, no seu país, jogou em dois dos maiores emblemas locais (Boca Juniors e San Lorenzo), estão, todavia, colocadas na próxima temporada. A que está a acabar até nem o surpreendeu assim tanto pela negativa. "O Sporting sofreu algumas mudanças importantes e pareceu-me natural que esta época não fosse tão boa quanto a anterior, apesar de dever dizer mais na luta pelo título, que esteve perto em 2015/16. Todos nós que gostamos do Sporting sonhamos ser campeões de novo e pode ser que isso aconteça no próximo ano. Para já, importante é vencer este dérbi e não falhar a ida à Liga dos Campeões", apontou.

Não faltou ainda uma opinião de Acosta sobre os rivais, em particular o Benfica que aí vem. "Nem Benfica nem Porto são invencíveis. Têm até deixado cair pontos pelo caminho recentemente. Para o dérbi, importante será total concentração e controlar as unidades mais criativas do Benfica", frisou o antigo goleador.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon