Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pacers, Oklahoma City e Clippers nas meias-finais

Sportinveste 04/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Pacers, Oklahoma City e Clippers nas meias-finais © Sportinveste Multimédia Pacers, Oklahoma City e Clippers nas meias-finais

As três formações fizeram valer a vantagem do fator casa conquistada na primeira fase e alcançaram a fase seguinte, ao vencerem o sétimo e decisivo encontro diante os seus adversários, vencendo todas a eliminatória por 4-3.

Em Indiana, os Pacers ultrapassaram os Atlanta Hawks, única equipa presente nestes "play-off" com um resultado negativo entre vitórias e derrotas, tendo vencido por 92-80 e assegurado pela terceira época consecutiva a presença nas meias-finais, nas quais vão defrontar os Washington Wizards, que se desembaraçaram dos Chicago Bulls por 4-1.

Os Oklahoma não se deixaram surpreender e, frente aos Memphis Grizzlies, contaram com a dupla Kevin Durant e Russell Westbrook para vencerem por 120-109.

Durant, melhor marcador da temporada, anotou 33 pontos e conquistou oito ressaltos, enquanto Westbrook realizou o seu segundo "triplo-duplo", ao fechar a partida com 27 pontos, 10 ressaltos e 16 assistências.

Na próxima ronda, os City vão medir forças com os Clippers, que tiveram nesta primeira eliminatória que se desembaraçar dos Golden State Warriors e ainda vivem a polémica em redor do "caso" Sterling.

Neste sétimo e decisivo encontro, os Clippers sofreram uma forte oposição dos Warriors, mas, perto do final do terceiro quarto, assumiram o comando das operações e acabaram vencedores do encontro por 126-121.

Ultrapassado o primeiro adversário, a formação californiana precisa agora de resolver a crise criada pelo seu proprietário, Donald Sterling, devido a comentários racistas.

Sterling foi irradiado da modalidade e condenado a pagar uma multa de 2,5 milhões de dólares, tendo a NBA recomendado que este fosse obrigado a vender a equipa, mas esta medida apenas poderá ser tomada com a concordância de três-quartos dos restantes 29 conjuntos da competição.

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon