Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Panama Papers: Jorge Mendes e Infantino chamados ao Parlamento Europeu

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/04/2017 Hugo Monteiro

Comissão de investigação do Parlamento Europeu aos chamados Panama Papers vai chamar a depor o agente desportivo Jorge Mendes e o presidente da FIFA, Gianni Infantino.

A comissão de investigação do Parlamento Europeu aos chamados Panama Papers vai chamar a depor o agente desportivo Jorge Mendes e o presidente da FIFA, Gianni Infantino. O grupo parlamentar Los Verdes-Alianza Libre Europea confirmou que Jorge Mendes e Infantino vão ser ouvidos a 5 de setembro.

"FIFA, intermediários e futebolistas têm de dar explicações, porque todos têm responsabilidade, por isso pedimos que Jorge Mendes compareça", esclareceu Ernest Urtasun, eurodeputado do partido espanhol Iniciativa per Catalunya Verds, em comunicado.

© Filipe Amorim/Global Imagens

Para Urtasun, a gestão de Jorge Mendes "parece estar no centro da 'teia' de empresas de fachada para evitar que jogadores e treinadores paguem impostos".

A plataforma Football Leaks começou a divulgar documentos confidenciais em setembro de 2015, alguns dos quais que denunciavam eventuais evasões fiscais de Cristiano Ronaldo, agenciado por Jorge Mendes.

Desde o início de abril de 2016, os Panama Papers, divulgados por um consórcio de jornalistas de investigação e baseados em cerca de 11,5 milhões de documentos provenientes da sociedade de advogados Mossack Fonseca, levaram à abertura de muitos inquéritos em todo o mundo e à demissão do primeiro-ministro islandês e de um ministro espanhol.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon