Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Papa reconhece martírio de bispo assassinado na Colômbia

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/07/2017 Administrator

O papa Francisco aprovou hoje o decreto que reconhece como mártires os dois sacerdotes colombianos Jesús Emilio Jaramilho Monsalve e Pedro María Ramírez Ramos, que serão beatificados, informou hoje o Vaticano.

O papa reuniu-se com o prefeito da Congregação para a causa dos Santos, cardeal Angelo Amato, e aprovou vários decretos, entre os quais o que reconhece os dois sacerdotes como mártires.

Na igreja Católica, a declaração de "mártir" é decisiva para a beatificação.

Monsalve, bispo de Arauca, foi morto por membros do Exército de Libertação Nacional da Colômbia, a 02 de outubro de 1989, quando se encontrava em ação missionária na zona rural de Arauquita.

Ramirez, o chamado "mártir de Armero", também foi morto nessa cidade a 10 de abril de 1948.

O sacerdote morreu durante a revolta que se seguiu ao assassínio de Jorge Eliecer Gaitán, candidato à presidência da República

Após a reunião desta manhã com o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Amato, o papa aprovou também o decreto sobre as "virtudes heroicas" de Ismael Perdomo (1872-1950), arcebispo de Bogotá.

Este é assim um primeiro passo para continuar o processo de beatificação.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon