Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Parlamento aprova voto de pesar pela morte de Armando Trigo de Abreu

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

A Assembleia da República aprovou hoje por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento de Armando Trigo de Abreu, investigador e docente no ISEG e ISCTE, e antigo chefe de gabinete do ministro da Ciência Mariano Gago.

"Foi toda a vida um homem de ciência", lê-se no voto aprovado pelos deputados, que respeitaram um minuto de silêncio.

O parlamento assinalou que Armando Trigo de Abreu "desenvolveu investigação científica e funções docentes na Gulbenkian, no atual ISEG [Instituto Superior de Economia e Gestão] e no ISCTE [Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa], onde dirigiu o Centro de Estudos Africanos".

"Em 1987, já ao lado de Mariano Gago, preside às Jornadas Nacionais de Ciência e Tecnologia, que representaram um momento de viragem na política de ciência em Portugal", assinala-se igualmente no voto aprovado.

Armando Trigo de Abreu exerceu funções dirigentes no Instituto Nacional de Ambiente, no programa Praxis XXI e no Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional, tendo sido chefe de gabinete de Mariano Gago no XVII Governo Constitucional.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon