Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Parlamento dos EUA aprova por quase unanimidade ajuda de emergência pós-Harvey

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/09/2017 Administrator

A Câmara dos Representantes norte-americana adotou hoje quase unanimemente um primeiro fundo de emergência para as vítimas do furacão Harvey, no valor de 7,85 mil milhões de dólares (6,58 mil milhões de euros), exigido pelo Presidente, Donald Trump.

Os membros da câmara baixa do Congresso aprovaram por 419 votos, com apenas três votos contra, este pacote financeiro que irá principalmente para a Agência Federal de Situações de Emergência (FEMA).

O Senado deverá, por sua vez, votar a medida nos próximos dias.

Os três votos contra foram de republicanos conservadores -- Justin Amash, Thomas Massie e Andy Biggs - que defendiam que tais despesas não fossem financiadas por verbas do orçamento destinadas a outros fins.

O pacote financeiro hoje aprovado é apresentado apenas como um adiantamento de uma fatura que poderá, nos próximos meses, ultrapassar os 100 mil milhões de dólares, segundo os congressistas.

"Com esta lei, a Câmara deu à FEMA o financiamento necessário para que as operações de socorro e reconstrução prossigam, permitindo-lhe ao mesmo tempo ter os meios para intervir em caso de nova emergência", congratulou-se o republicano Rodney Frelinghuysen.

O processo de aprovação poderá ser mais demorado no Senado, onde a maioria republicana poderá alterar o texto para lhe adicionar um aumento no limite da dívida federal dos Estados Unidos, antes do prazo que vence nas próximas semanas.

Alguns conservadores opõem-se ao aumento do limite da dívida "a seco", ou seja, sem contrapartidas orçamentais, e a minoria democrata está a tentar negociar o montante do aumento.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon