Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Parlamento português condena perseguição a cidadãos LGBGTI no Azerbaijão

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/10/2017 Administrator

O parlamento português condenou hoje a detenção em massa de Lésbicas, Gay, Bissexuais, Trans e Intersexo (LGBGTI) no Azerbaijão e a revogação do limite de emissões de carbono nas centrais norte-americanas alimentadas a carvão.

Ambos os votos foram apresentados pelo partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN)

O PAN propôs que a Assembleia da República condenasse a detenção destes cidadãos, apelando "ao fim de quaisquer atos que ponham em causa a sua integridade".

Os cidadãos LGBGTI, segundo a ILGA-Europe, "estão a ser alvo de rusgas policiais em Baku", a ser atacados, detidos, agredidos, multados e examinados à força, lê-se no texto aprovado.

O PAN condena ainda a decisão do presidente Donald Trump por, com a revogação do limite de emissões de carbono nas centrais norte-americanas alimentadas a carvão, voltar "a minar o caminho para uma transição energética" nos Estados Unidos, mais uma vez contrariando o Acordo de Paris.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon