Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Partido no Governo na Nova Zelândia vence eleições mas sem maioria

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/09/2017 Administrator

O primeiro-ministro da Nova Zelândia, o conservador Bill English, conseguiu 46% dos votos nas eleições legislativas que se realizaram hoje, falhando a maioria parlamentar por dois mandatos, enquanto o Partido Trabalhista obteve 36%.

O Partido Nacional, no poder, ficou com 59 mandatos, menos dois dos que os necessários para chegar à maioria, enquanto o maior partido da oposição, o Partido Trabalhista, liderado por Jacinda Ardern, vai ter 54 mandatos.

O partido populista e anti-imigração New Zealand First (NZF) conseguiu nove mandatos e será, portanto, decisivo na formação de uma maioria.

"Não nos vamos apressar", disse o líder do NZF, Winston Peters, acrescentando que a decisão será tomada "com base nos interesses de toda a Nova Zelândia e do NZF" e que "levará tempo".

Nas eleições de 2011 e 2014 este partido já foi determinante para a formação de uma maioria de Governo.

Apesar de já se conhecer o vencedor, os resultados oficiais não devem ser publicados antes de 07 de outubro.

Desde que as autoridades da Nova Zelândia introduziram, em 1996, o sistema misto de candidatos e listas fechadas nenhum partido alcançou a maioria absoluta no Parlamento.

A campanha eleitoral para estas eleições foi dominada pelos elevados preços da habitação do país insular da Oceânia, uma vez que o valor das casas aumentou 30% nos últimos três anos, o que é atribuído ao investimento de estrangeiros, sobretudo chineses.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon