Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Passos Coelho lamenta "demora" em perceber que fazer tudo ao mesmo tempo "é alquimia"

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/09/2017 Administrator

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, reagiu hoje ao estudo apresentado por um grupo de economistas lamentando que tenha "demorado tanto tempo a concluir que fazer tudo ao mesmo ao tempo é uma alquimia".

"Que pena que tenham demorado tanto tempo a chegar à conclusão que fazer tudo ao mesmo tempo é uma alquimia", afirmou, quando questionado pelos jornalistas à margem de uma visita ao bairro de São João de Brito, Lisboa, no âmbito da campanha eleitoral autárquica.

Ao lado da candidata do partido à Câmara Municipal de Lisboa, Teresa Leal Coelho, o líder do PSD disse que apenas faria um breve comentário sobre este assunto, alegando não querer desviar-se hoje dos assuntos da cidade.

Questionado sobre o facto de um deputado do PS integrar o grupo de economistas, Passos respondeu: "justamente por isso é que fiz o comentário".

Economistas do 'think tank' Institute of Public Policy (IPP), entre os quais o deputado do PS Paulo Trigo Pereira, propuseram hoje uma política orçamental "menos restritiva" do que a prevista pelo Governo até 2021, defendendo que, com metas menos apertadas, seria possível mais despesa pública e, consequentemente, mais crescimento económico.

O deputado Paulo Trigo Pereira, eleito como independente pelo PS, é um dos que defende que, com metas menos apertadas, seria possível mais despesa pública e, consequentemente, mais crescimento económico.

E, em entrevista à Rádio Renascença e ao Público, Trigo Pereira avisou os parceiros do Governo que "não é possível fazer tudo ao mesmo tempo". "Isso é alquimia", concluiu o deputado e um dos responsáveis pelo programa eleitoral do PS de 2015.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon