Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pau Gasol é o melhor marcador da história dos Europeus de basquetebol

Logótipo de LusaLusa 07/09/2017 Pedro Belo da Fonseca
ROBERT GHEMENT/EPA © EPA / ROBERT GHEMENT ROBERT GHEMENT/EPA

Cluj-Napoca, Roménia, 07 set (Lusa) – O espanhol Pau Gasol tornou-se hoje o melhor marcador da história dos Europeus, sucedendo na liderança da tabela ao francês Tony Parker, ao marcar 20 pontos frente à Hungria, na última ronda da fase de grupos.

O jogador dos San Antonio Spurs, da NBA, partiu para o encontro com os magiares a 14 pontos do comando da lista e chegou a esta marca a 4.51 minutos do intervalo, com um ‘triplo’, que fez passar para 1.105 pontos o seu total em Europeus.

“Estou contente, mas sobretudo agradecido a todos os companheiros de todas as equipas de que fiz parte. E fico contente por tê-lo conseguido hoje e, assim, podermo-nos concentrar exclusivamente no nosso próximo rival”, disse Gasol, de 37 anos.

Gasol, que cumpre o seu sétimo campeonato da Europa (2001, 2003, 2007, 2009, 2011, 2015 e 2017), destronou, assim, o seu companheiro de equipa, que esteve consecutivamente em oito edições da prova, mas não participa na edição de 2017.

“Mais importante do que os recordes, é subir ao lugar mais alo do pódio”, frisou, acrescentando, quando confrontando com a ovação do pavilhão: “É bonito ser reconhecido. Deve-se a ter feito bem as coisas ao longo dos anos, com um pouco de sorte”.

O espanhol, que conta dois títulos da NBA, um mundial, três europeus, duas pratas e um bronze olímpicos e um mundial de juniores (Portugal, em 1999), terminou o embate com 20 pontos – mais oito ressaltos, em 19.56 minutos – e passou, assim, a somar 1.111 em fase finais do Europeu.

Parker é agora o segundo, com 1.104, sendo que só mais dois jogadores ultrapassaram os mil pontos em Europeus, o alemão Dirk Nowitzki (1.052) e o grego Nikos Gallis (1.030).

Face aos magiares, Gasol liderou a Espanha no tranquilo triunfo por 87-64, que permitiu aos detentores do cetro fecharam a fase de grupos só com triunfos - já tinham batido Montenegro (99-60), República Checa (93-56), Roménia (91-50) e Croácia (79-73).

Além da Espanha, apenas a Eslovénia venceu os cinco jogos, tendo conquistado o Grupo A, depois de bater a França na quarta-feira por expressivos 95-78, com 22 pontos e oito assistências de Goran Dragic.

Nos oitavos de final, os espanhóis vão defrontar, no domingo, a Turquia ou a Letónia, que se defrontam ainda hoje, enquanto a Eslovénia vai medir forças com a Ucrânia, no sábado.

Definidos, para sábado, estão também os confrontos Alemanha-França, Finlândia-Itália e Lituânia-Grécia, todos em Istambul, palco da fase a eliminar.

A Croácia, Montenegro, Hungria, Sérvia, Rússia, Letónia e Turquia são as restantes seleções apuradas, mas falta ainda determinar as suas classificações nos Grupos C e D e os sues respetivos adversários nos embates de domingo.

PFO // PFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon