Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PCP critica Governo PS por "compromissos com o grande capital"

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/07/2017 Administrator

O PCP criticou hoje o "governo minoritário do PS" por estar "enredado nos seus compromissos com o grande capital", ser submisso "aos critérios da União Europeia" e resistir à adoção de "medidas efetivas" em áreas como os transportes. A crítica foi feita por Vasco Cardoso, da Comissão Política do PCP, numa conferência de imprensa, na sede nacional do partido, em Lisboa, em que apresentou um programa de emergência para os transportes públicos. Por ...

O PCP criticou hoje o "governo minoritário do PS" por estar "enredado nos seus compromissos com o grande capital", ser submisso "aos critérios da União Europeia" e resistir à adoção de "medidas efetivas" em áreas como os transportes.

A crítica foi feita por Vasco Cardoso, da Comissão Política do PCP, numa conferência de imprensa, na sede nacional do partido, em Lisboa, em que apresentou um programa de emergência para os transportes públicos.

Por duas vezes, Vasco Cardoso criticou o PS, nesta área.

Primeiro, responsabilizou PSD, CDS, mas também o PS, por terem aceitado, ao longo dos anos, "a doutrina neoliberal, as imposições da União Europeia, as privatizações, a redução do número de trabalhadores, a desertificação do território, o abandono da produção nacional".

Depois, lembrou que, com a "luta dos trabalhadores" e pela "iniciativa do PPC", foi possível "rever privatizações" na Carris, Metro de Lisboa e STCP, e repor direitos como os complementos de reforma.

Nesse contexto, o dirigente comunista criticou a "política de terra queimada" do PSD e do CDS, no Governo e agora na oposição, e o "governo minoritário do PS, enredado nos seus compromissos com o grande capital, na sua submissão aos critérios impostos pela União Europeia, tem resistido à adoção das medidas efetivas, capazes de responder à solução dos problemas".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon