Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedrógão Grande: Aprovados projetos de estabilização de emergência - SE Florestas

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Administrator

O secretário de Estado das Florestas afirmou hoje que os projetos de estabilização de emergência estão aprovados, sendo que dos 10 milhões de euros candidatados foram aprovados cerca de 8,5 milhões.

"Viemos a Pedrógão Grande para dizer aos municípios que os projetos de estabilização de emergência estão aprovados. Portanto, é tempo de passar ao terreno. Dos 10 milhões de euros candidatados, foram aprovados cerca de 8,5 milhões de euros, o que significa que uma parte substancial daquilo que foi candidatado, foi aprovado", afirmou Miguel Freitas à agência Lusa.

O governante, que se deslocou a Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, reuniu com investigadores da Universidade de Aveiro, Universidade de Trás-os-Montes, Escola Superior Agrária de Coimbra e Instituto Superior de Agronomia, para analisar o modelo de funcionamento da Estação Piloto para Medidas de Estabilização de Emergência instalada no Baldio de Alge, em Castanheira de Pera.

"Foram aprovados todos os projetos, os 20 projetos, nove de municípios, seis de juntas de freguesia, quatro de baldios e um de uma cooperativa de produtores florestais", frisou.

O governante disse ainda que estão à procura de simplificar todos os procedimentos e adiantou que estiveram equipas a trabalhar no país inteiro para Pedrógão Grande.

"Hoje, estamos aqui a dizer que estamos prontos para começar a trabalhar", frisou.

Miguel Freitas recordou que os municípios são o principal agende de todo este processo, apesar de realçar que há outros, como as juntas de freguesia ou os baldios: " Os municípios devem ser aqueles que vão à frente porque são aqueles que dão o exemplo".

Questionado sobre a nova vaga de incêndios que assolou o centro do país, Miguel Freitas disse que vai ser aberto um novo concurso no valor de 15 milhões de euros.

"No conjunto das três vagas de incêndios para estabilização de emergência, abrimos anúncios no valor de 45 milhões de euros (...). Estamos em tempos muito mais curtos para poder executar. O nosso compromisso é que até dia 10 de novembro os relatórios, que são a base das candidaturas estejam prontos", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon