Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedrógão Grande faz plano estratégico para inovação de diversões itinerantes

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/08/2017 Administrator

O município de Pedrógão Grande vai fazer um estudo e um plano estratégico para "a promoção da inovação e o empreendedorismo no setor dos parques de diversões populares (carrosséis)" no concelho, anunciou hoje a autarquia.

Além da câmara daquela vila do norte do distrito de Leiria, o projeto envolve a Associação Portuguesa de Empresas de Diversões (APED), a Unidade de Missão para a Valorização do Interior (UMVI) e o Instituto Pedro Nunes (Universidade de Coimbra).

A iniciativa pretende desenvolver a indústria de diversões itinerantes, de "modo concertado com os empresários" e "dar-lhes hipóteses de implementar inovações e conhecimento científico que abram as diversões ao conhecimento e à competitividade", afirma o presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, citado numa nota da autarquia, enviada hoje à agência Lusa.

O estudo visa identificar "oportunidades de inovação neste setor tradicional, mas muito importante na economia local, de forma a potenciar o desenvolvimento das empresas mais dinâmicas" ou "o aparecimento de novos projetos empresariais", através designadamente de novas diversões, da otimização tecnológica dos equipamentos, da poupança da energia ou do aumento da segurança, sublinha o autarca.

Pedrógão Grande tem "uma importante ligação" a esta atividade, por "razões históricas, uma vez que os primeiros operários deste setor no nosso país, quando os primeiros equipamentos chegaram a Lisboa, no início do século XX", eram trabalhadores oriundos do município, recorda a câmara.

Mas o setor "sofre algum estigma, relacionado com as condições de segurança em que operam algumas das empresas", com "a falta de novidades/inovação" e, com "problemas de rentabilidade" (resultantes essencialmente da sazonalidade da atividade e dos consumos energéticos dos equipamentos), entre outros fatores.

O projeto disporá de um financiamento europeu, através da Rede de Apoio ao Empreendedorismo e Inovação do Centro (INOV C), no âmbito do quadro comunitário de apoio Portugal 2020, cuja candidatura, no valor global de 12.500 euros, foi aprovada, devendo dispor de um apoio de 85% daquele montante.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon