Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedrógão Grande: Figueiró dos Vinhos e Dignitude apoiam 32 famílias na aquisição de medicamentos

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/09/2017 Administrator

O Município de Figueiró dos Vinhos anunciou hoje que em conjunto com a associação Dignitude vai apoiar na aquisição de medicamentos 32 agregados familiares que foram vítimas dos incêndios de junho.

Segundo a vice-presidente da autarquia de Figueiró dos Vinhos, Marta Brás, foi assinado um protocolo com a associação Dignitude, no sentido de apoiar cidadãos afetados e/ou desalojados pelos incêndios de junho de 2017, assumindo o Município 50% do valor dos medicamentos da parte que não é comparticipada pelo Ministério da Saúde.

Os outros 50% serão pagos pela Dignitude, adiantou à agência Lusa Marta Brás, "o que permitirá às famílias sinalizadas como vítimas dos incêndios terem acesso gratuito à medicação de que necessitam".

A vice-presidente explicou que esta instituição contactou o Município de Figueiró dos Vinhos antes dos incêndios, "no sentido de protocolar um programa que visava disponibilizar aos munícipes carenciados apoio na aquisição dos medicamentos".

Apesar de essa ajuda já existir através de programas da Câmara e da Segurança Social, "há uma parte da população que se encontrava fora, nomeadamente pessoas no ativo e crianças".

No entanto, "com os incêndios, mudou-se a urgência do protocolo e direcionou-se o apoio para as famílias que estão a passar dificuldades".

Marta Brás adiantou que os 32 agregados familiares foram sinalizados com a ajuda da Segurança Social e das próprias farmácias, "onde as pessoas pedem para fracionar a receita ou para irem pagando o valor".

O protocolo assinado terá a duração inicial de três meses e vigorará até novembro.

O Programa Abem, rede solidária do medicamento, é o primeiro programa dinamizado pela Associação Dignitude, que tem sede em Coimbra e que pretende dar resposta aos problemas de acesso ao medicamento motivados pelo atual contexto socioeconómico.

Esta associação e o programa Abem ambicionam atingir 25 mil beneficiários até ao final do próximo ano e 50 mil até ao final de 2019.

A criação da Associação Dignitude, em novembro de 2015, foi promovida pela Associação Nacional de Farmácias, Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica, Cáritas e Plataforma Saúde em Diálogo e resulta de várias parcerias instituídas com entidades a nível local, autarquias, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e outras instituições da área social.

Os beneficiários do programa Abem têm acesso a medicamentos sem qualquer discriminação em relação à generalidade dos cidadãos, na mesma rede de farmácias, com a mesma qualidade, segurança e confidencialidade, garante a associação.

Todas as doações são integralmente aplicadas na aquisição de medicamentos para os cidadãos necessitados que são beneficiários e os custos logísticos e administrativos são suportados na totalidade pela Associação Nacional das Farmácias (ANF) e pela Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (APIFARMA), fundadores da Associação, juntamente com a Cáritas Portuguesa e a Plataforma Saúde em Diálogo.

A 03 de agosto, foi anunciado que o antigo secretário de Estado da Saúde José Martins Nunes, ex-presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, vai presidir ao comité de "fundraising" (angariação de recursos) do programa Abem, da Associação Dignitude, que procura combater a exclusão no acesso ao medicamento.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon