Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedrógão Grande: Reforços de meios foram garantidos apesar de incêndio excecional - ANPC

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/08/2017 Administrator

A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) assegura que "foram garantidos os adequados reforços" dos meios de combate ao incêndio que deflagrou em junho em Pedrógão Grande, apesar da "absoluta excecionalidade" do fogo, que causou 64 mortos.

O parecer consta num relatório da ANPC sobre o incêndio hoje divulgado no portal do Governo, após uma conferência de imprensa da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, para fazer o ponto da situação de estudos, pareceres e inquéritos ao fogo que começou em 17 de junho em Pedrógão Grande e se propagou a concelhos vizinhos.

O relatório refere, nas considerações finais, que, apesar da "constatação da absoluta excecionalidade" do incêndio, "foram garantidos, a todo o momento, os adequados reforços em diferentes vertentes: meios terrestres e aéreos, apoios internacionais, mecanismos de colaboração e cooperação institucional em todos os patamares do sistema de proteção civil (municipal, distrital e nacional)".

Segundo a ANPC, o incêndio florestal de Pedrógão Grande, que provocou ainda mais de 200 feridos, foi "uma ocorrência absolutamente excecional, com um comportamento imprevisível", fruto da alteração da direção e intensidade do vento, que "o colocam acima de qualquer capacidade de extinção".

O relatório, concluído a 07 de julho, adverte que "a atempada execução e manutenção de medidas de proteção de pessoas e bens", como a redução de carga combustível, a limpeza de acessos e a criação de espaços seguros, "teria contribuído para a minimização do impacto do incêndio e consequentemente dos dados causados".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon