Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Madeira Rodrigues volta a assumir-se como "candidato da rutura"

Logótipo de LusaLusa 04/03/2017 Marco Oliva

Lisboa, 04 mar (Lusa) - O candidato à presidência do Sporting Pedro Madeira Rodrigues reforçou hoje a ideia de ser um “candidato da rutura” e mostrou-se “muito contente” com a afluência de sócios às urnas, “num dia de grande sportinguismo”.

“Estou muito contente por ver esta afluência. espero muita gente a vir votar, num dia de grande sportinguismo e esquecer as figuras tristes que demos ao país há uns anos. Hoje, vai ser muito diferente”, afirmou o candidato pela lista A, após exercer o direito de voto.

Madeira Rodrigues, que voltou a caraterizar-se como "o candidato da rutura", mostrou-se confiante num triunfo sobre o atual presidente Bruno de Carvalho e lamentou que tenha havido apenas um debate entre os dois candidatos.

"Foi uma pena só haver um debate, porque foi muito esclarecedor em termos de ideias e de personalidade. Da nossa parte, queríamos fazer muitos mais debates e da outra parte percebeu-se por que não quiseram fazer mais debates. Quanto mais esclarecedor tivesse sido, melhor para nós", referiu.

Ainda assim, Pedro Madeira Rodrigues acredita que os sportinguistas o "ficaram a conhecer melhor".

ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA © LUSA / ANTÓNIO PEDRO SANTOS ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

"Sou muito transparente. Saio daqui reforçado e muito confiante para abraçar estes próximos anos. Sou uma pessoa completamente tranquila e serena, que toma bem as decisões e é com isso que os sportinguistas podem contar", assegurou.

O candidato pela lista A revelou ainda que vai permanecer durante o dia na sua sede de campanha e que apenas voltará ao Estádio de Alvalade para "tomar posse".

"Vou ficar na minha sede. É o local certo. Depois, virei cá para tomar posse", adiantou.

Por outro lado, Madeira Rodrigues rejeitou que o anúncio da contratação do futebolista brasileiro Taison, que alinha nos ucranianos do Shakhtar Donetsk e que chegará a Alvalade, caso Madeira Rodrigues vença as eleições, tenha sido tardio.

"Estas coisas também têm o seu ‘timing'. É um jogador que acaba contrato no final da época. Juande Ramos e Boloni conhecem-no muito bem. Foi o momento certo (para o anúncio)", concluiu.

Os sócios do Sporting decidem hoje quem irá ocupar o cargo de presidente do clube durante os próximos quatro anos, com Bruno de Carvalho à procura da reeleição frente a Pedro Madeira Rodrigues.

A votação decorre no Estádio José Alvalade, em Lisboa, até às 19:00, e os resultados deverão ser conhecidos até às 22:00, depois de também serem contabilizados os votos por correspondência.

Às 19:00, será fechado o perímetro de segurança e os sócios que estiverem dentro desse perímetro poderão exercer o seu direito de voto, mesmo depois daquela hora.

O Sporting tem cerca de 43.600 sócios com as quotas em dia para poderem votar nas eleições de hoje.

MYO/AYL (LG) // PFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon