Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Martins diz que não há favoritos nas finais

Logótipo de LusaLusa 04/08/2017 José Duarte Neves
NUNO ANDRÉ FERREIRA/lusa © LUSA / NUNO ANDRÉ FERREIRA NUNO ANDRÉ FERREIRA/lusa

Aveiro, 04 ago (Lusa) - O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, assumiu hoje que quer vencer o jogo da Supertaça Cândido de Oliveira de futebol, no sábado, em Aveiro, com o Benfica, afirmando que "nas finais não há favoritos".

"Nós reconhecemos a grande valia do adversário. No entanto, numa final tudo pode acontecer", disse Pedro Martins, durante a conferência de imprensa de antevisão do jogo da Supertaça, no Estádio Municipal de Aveiro.

O técnico vitoriano reconhece que vão defrontar "uma equipa forte", afirmando não ter dúvidas de que vão encontrar o "melhor Benfica até ao momento" e desvaloriza o facto de o clube da Luz ter perdido alguns jogadores importantes da época transata.

"Nós estamos preparados para encontrar o melhor Benfica. Se há de facto várias saídas do outro lado, nós também tivemos as nossas saídas", disse Pedro Martins.

O treinador do Vitória referiu ainda que se prepararam desde o início para este dia e que querem conquistar o segundo troféu na competição.

"O grupo está bem. Está consciente do troféu que está em casa. Nós temos um troféu há cerca de 30 anos e, portanto, gostaríamos de levá-lo. Até porque se há dois meses nós não conseguimos, e era tanto o nosso desejo e a nossa ambição, quer do grupo de trabalho quer da própria cidade, nós amanhã [sábado] tudo iremos fazer para levar o troféu para Guimarães", afirmou.

Pedro Martins manifestou-se ainda a favor da utilização do vídeo-árbitro, sustentando que pode "atenuar" erros que possam ocorrer e disse acreditar que não haverá muitas paragens durante o encontro.

"Nota-se que há um bom trabalho e uma boa preparação de toda a gente, quer dos árbitros de campo quer dos vídeo-árbitros que estão a assistir no exterior e isso dá-nos garantias que os erros mais complicados, que normalmente o árbitro não vê no próprio jogo, possam ser atenuados por eles", disse.

A conferência de imprensa contou ainda com a presença do jogador do Vitória Josué, que disse esperar um resultado diferente daquele que aconteceu na final da Taça de Portugal, adiantando que "cada jogo tem a sua história" e que os jogadores "estão muito motivados para levar a taça para Guimarães".

"As pré-épocas valem o que valem. Nós estamos muito focados em nós. Trabalhámos bastante nesta pré-época para chegar a este jogo numa boa condição física com os processos bem trabalhados e amanhã vai ser um dia em que vamos tentar por tudo em prática", disse o defesa vitoriano.

A Supertaça Cândido de Oliveira disputa-se no sábado, a partir das 20:45, no Estádio de Aveiro, com arbitragem de Artur Soares Dias, da associação do Porto.

JYDN // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon