Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Martins: "Do lado do Sporting não vai haver facilidade"

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/03/2017 Hugo M. Monteiro

Treinador do V. Guimarães espera encontrar um adversário "muito forte" em Alvalade, no domingo.

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, afirmou este sábado que os dois últimos triunfos acrescentaram confiança à sua equipa para o jogo de domingo com o Sporting, da 24ª jornada da I Liga.

Os vitorianos encerraram um ciclo de quatro jogos sem triunfos ao derrotarem o Moreirense, por 1-0, na 23ª jornada do campeonato, e o Chaves, por 2-0, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, e o técnico frisou que a equipa reagiu "rapidamente" ao que lhe estava a acontecer e voltou à "normalidade", estando mais "confiante" do que há 15 dias.

"As equipas que conseguem reagir rapidamente à adversidade são aquelas que, no final, vão conseguir aquilo que pretendem. Os níveis de confiança aumentaram devido aos resultados. Estruturalmente, a equipa tem vindo a crescer", salientou, na conferência de imprensa de antevisão do jogo.

Prometendo doravante um "Vitória ligeiramente diferente do que era até janeiro", mas com a "mesma dinâmica e a mesma ambição", Pedro Martins avisou que o Sporting, terceiro classificado, com 47 pontos, é um adversário que "está a fazer um excelente campeonato" em casa, lembrando, porém, que o Vitória, quinto, com 39, é das "melhores equipas" a jogar fora.

O timoneiro dos minhotos recusou ainda acreditar que os leões possam facilitar a tarefa vitoriana por estar já a 10 pontos do líder Benfica e nove do FC Porto, segundo colocado.

"Vamos mentalizados para um Sporting forte. Tenho a certeza que do outro lado não vai haver facilidade, de certeza absoluta, e, portanto, estamos preparados para encontrar uma equipa com jogadores de qualidade", explicou.

© Miguel Pereira/Global Imagens

O Vitória apenas triunfou uma vez no novo Estádio José Alvalade (3-2, em 2010/11) e, nas duas últimas épocas, perdeu por números 'pesados' no recinto leonino - 5-1, na época passada, e 4-1, em 2014/15 -, mas o treinador realçou que a "motivação" para vencer é a mesma de "todos os jogos" e que, nesta época, os vimaranenses já quebraram alguns enguiços noutros estádios.

"É importante, não pela história, mas porque é importante alcançar três pontos e mantermo-nos nos lugares cimeiros. Já ultrapassámos fatores negativos na história nesta época, e espero que amanhã [domingo] seja mais uma das possibilidades de o fazer", disse.

Os vimaranenses partem na máxima força para Lisboa, com o treinador a esclarecer que todos os elementos do plantel, tenham ou não jogado, estão "recuperados" do jogo de quarta-feira, com os transmontanos, e a garantir que Rafael Miranda, médio que não joga desde dezembro, está "convocado".

"É uma das possibilidades. Ter toda a gente disponível é, para mim, uma alegria, porque tenho toda a gente ao meu dispor a criar-me dificuldades, mas a dar-me mais opções para o que pretendo", vincou.

O treinador mostrou-se ainda orgulhoso pela chamada de Hurtado à seleção do Peru, para os jogos com Venezuela e Uruguai, de apuramento para o Mundial'2018, na Rússia, considerando-a um "premio justíssimo" pelo trabalho realizado nesta época, após "dois anos fora da seleção".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon