Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Martins entrou na lista do Birmingham

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/05/2017 Hugo Monteiro
© Gustavo Bom/Global Imagens

Clube do Championship procura treinador e tentou saber qual é a disponibilidade de Pedro Martins. Apostado em ganhar a Taça de Portugal, o técnico não projeta sair.

Líder no plano técnico de um V. Guimarães outra vez pujante, Pedro Martins tem despertado atenções no estrangeiro, sendo muito apreciado pelos responsáveis do Birmingham, 19.º classificado no Championship. A continuidade de Harry Redknapp, o terceiro treinador contratado numa época atribulada, depois de Gary Rowett e Gianfranco Zola, não está garantida e os britânicos têm na mira o profissional português na esperança de que possa relançar o histórico clube, um pouco à imagem do que fez nesta época ao serviço dos minhotos, com um quarto lugar no campeonato e consequente apuramento para a fase de grupos da Liga Europa. Uma eventual vitória na Taça de Portugal coroará uma época a todos os títulos notável e, por isso, Pedro Martins rejeitou liminarmente inteirar-se do interesse do clube do segundo escalão inglês.

Antes do jogo com o Arouca (32.ª jornada), em conferência de Imprensa, o treinador já havia esclarecido, aliás, que não projeta deixar o V. Guimarães, afirmando então sentir-se "bem" no clube e lembrando ter mais um ano de contrato para cumprir, e não dá mostras de encarar o futuro de outra forma, tornando infrutíferas todas as abordagens de que tem sido alvo. Há um ano, antes de se ter comprometido com o V. Guimarães, Martins era cobiçado pelo Panathinaikos. Decidido a deixar o Rio Ave, depois de duas épocas profícuas, o treinador chegou a conversar com responsáveis do clube grego, mas o acordo tardou e o Vitória entrou em cena, acenando com uma proposta concreta e a perspetiva de se aventurar pela primeira vez no estrangeiro esfumou-se. O desafio lançado pelo presidente Júlio Mendes e pelo vice Armando Marques apaixonou-o e traduziu-se numa temporada brilhante que nem a goleada sofrida na Luz empalideceu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon