Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Martins promete Vitória com “intuito de vencer” no terreno do Benfica

Logótipo de LusaLusa 11/05/2017 Tiago Miguel Mendes Dias

Guimarães, Braga, 11 mai (Lusa) - O treinador do Vitória de Guimarães disse hoje que a sua equipa pretende derrotar o Benfica na Luz, alheada da eventual conquista do título pelos ‘encarnados', no jogo da 33.ª jornada da I Liga de futebol, no sábado.

A turma vimaranense já garantiu o quarto lugar e, após o inédito sétimo triunfo consecutivo no último jogo com o Arouca (1-0), igualou o máximo de 62 pontos do clube numa época, que Pedro Martins pretende bater frente aos ‘encarnados', antecipando uma equipa concentrada no que tem "para ganhar" e não na hipótese do Benfica arrecadar o 36.º título e o primeiro tetracampeonato da sua história.

OCTAVIO PASSOS/LUSA © LUSA / OCTAVIO PASSOS OCTAVIO PASSOS/LUSA

"Não queremos saber do nosso adversário, se há festa, se não há festa. Vamos fazer o nosso jogo com o intuito de vencer. Queremos ultrapassar a fasquia dos 62 pontos e, se ainda temos matematicamente hipótese de chegar ao terceiro, vamos trabalhar para isso", adiantou o técnico, na conferência de antevisão ao jogo, na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques.

O ‘timoneiro’ acrescentou que a deslocação ao Estádio da Luz é um jogo de "enorme visibilidade" para os seus jogadores e uma oportunidade para demonstrarem a "qualidade" e a "consistência" exibidos ao longo da época e relembrarem que são uma "equipa forte", a segunda melhor a jogar fora - 33 pontos, atrás precisamente do Benfica (36).

"A equipa está estável, tem ambição, tem a mesma forma de estar. Fomos, durante o campeonato, das boas equipas a jogar fora. A seguir ao Benfica, somos nós. Temos o terceiro melhor ataque fora de portas [23 golos, atrás de Sporting, com 30, e FC Porto, com 26]", descreveu.

Pedro Martins adiantou que os vimaranenses vão "entrar na máxima força" frente às ‘águias', com "uma ou outra alteração pontual", apostados em retificarem as derrotas caseiras de janeiro, por 2-0, para o campeonato e para a Taça da Liga, reiterando que o grupo está agora " muito mais forte" do que nessa altura.

"O Benfica continua a ser a mesma equipa, forte. O segundo jogo para a Taça da Liga perdemos bem, mas no jogo do campeonato tivemos condições para sair com outro resultado. Estamos muito mais fortes. Tínhamos acabado de perder o João Pedro. O Soares tinha-se transferido para o FC Porto e o Marega estava na CAN. O Rafael Miranda e o Zungu estavam com défices físicos", recordou.

O Vitória de Guimarães, aliás, não marca ao clube da Luz desde que venceu a final da Taça de Portugal em 2013, então sob o comando de Rui Vitória, por 2-1 - o duelo vai ser reeditado na final de 2017, a 28 de maio, no Estádio Nacional -, e o treinador disse que o plantel está preparado para quebrar esse enguiço, precisando de não falhar nos "pormenores que fazem toda a diferença", nomeadamente, a "eficácia".

A equipa minhota tem ainda uma hipótese remota de atingir o terceiro lugar, ocupado pelo Sporting, com 67 pontos, caso vença os dois jogos que restam (Benfica e Feirense) - e os ‘leões' percam com Feirense e Desportivo de Chaves, e Pedro Martins, apesar de ciente que é difícil almejar o pódio, vincou que a equipa vai continuar a lutar "enquanto matematicamente for possível".

O técnico comentou ainda o reencontro com o Benfica no Jamor, após este jogo, tendo referido que o jogo da prova ‘rainha’, por ter "cariz de final" e por os adeptos estarem mais "divididos" vai ter uma "envolvente" diferente e ditar uma "estratégia" diferente do jogo de sábado.

Questionado ainda sobre os rumores que o colocam como uma das hipóteses para suceder a Jorge Jesus no comando técnico do Sporting, Pedro Martins vincou que "tem contrato", está "muito focado com os objetivos do futuro e do presente" e que tudo o resto o "ultrapassa".

O Vitória de Guimarães, quarto classificado, com 62 pontos, defronta o Benfica, primeiro, com 78, no sábado, pelas 18:15, no Estádio da Luz, em Lisboa.

TYME // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon