Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Proença é o nono árbitro português numa fase final

Sportinveste 26/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Pedro Proença é o nono árbitro português numa fase final © Sportinveste Multimédia Pedro Proença é o nono árbitro português numa fase final

Pedro Proença será o nono árbitro português presente na fase final de um Campeonato do Mundo de futebol, na secreta esperança de ter êxito onde todos os antecessores falharam: dirigir o jogo da final.

António Garrido foi o que esteve mais perto de o conseguir, mas acabou por se “resignar” ao encontro de atribuição do terceiro e quarto lugares do Mundial de 1982, realizado em Espanha, entre as seleções de Polónia e França, que os polacos venceram por 3-2.

A participação da arbitragem portuguesa é anterior à da própria seleção lusa. Vieira da Costa foi o pioneiro, ao dirigir o jogo entre a RFA – que se viria a sagrar campeã – e a Turquia (4-1), da primeira fase do campeonato de 1954, organizado pela Suíça.
Joaquim Campos foi o primeiro juiz português a marcar presença em duas fases finais, arbitrando o jogo RFA-Irlanda do Norte (2-2), no Suécia1958, e o Argentina-Suíça (2-0), no Inglaterra1966, em que Eusébio e a seleção portuguesa de deram a conhecer ao Mundo.

Depois de a representação nacional no México1970 se ter resumido ao Bulgária-Marrocos (1-1), dirigido por Saldanha Ribeiro, foi a vez de entrar em cena António Garrido, que marcou presença nos Mundiais de 1978, na Argentina, e 1982, em Espanha.

Na América do Sul, o português esteve na estreia da seleção argentina, que viria a conquistar o título, no triunfo por 2-1 sobre a Hungria, mas foi em Espanha, quatro anos mais tarde, que fez história na arbitragem nacional.

Na primeira fase, dirigiu o Inglaterra-França (3-1), um dos “clássicos” do futebol mundial, e chegou a ser considerado para a final da prova, mas acabou “desviado” para o jogo da medalha de bronze, no qual a França voltou a perder, ante a Polónia.

Por seu lado, Carlos Valente começou por arbitrar o Hungria-França (0-3), em 1986, no México, e “bisou” quatro anos depois, em Itália, dirigindo Maradona no Argentina-Roménia (1-1) e a equipa anfitriã nos quartos de final, na vitória por 1-0 sobre a República da Irlanda.

Também com dois Mundiais no currículo – França1998 e Japão/Coreia do Sul2002 -, Vítor Pereira é o árbitro luso com mais jogos em fases finais, num total de quatro, tendo dirigido dois em cada edição.

O atual presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol estreou-se no Jamaica-Croácia (1-3), em 1998, e dirigiu nos oitavos de final o Alemanha–México, repetindo a “dose” em 2002, primeiro com o Dinamarca–França (2-0) e depois com o México–Estados Unidos (0-2).

Após o interregno em 2006, a arbitragem lusa regressou aos Mundiais em 2010, por intermédio de Olegário Benquerença, que dirigiu três encontros, tornando-se o juiz português com maior número de partidas numa única edição da prova.
Benquerença arbitrou dois jogos na primeira fase - Japão-Camarões (1-0) e o Nigéria–Coreia Sul (2-2) -, sendo depois nomeado para o confronto dos quartos de final entre o Uruguai e o Gana, que os sul-americanos venceram no desempate por grandes penalidades.

No total, os oito árbitros portugueses dirigiram 17 jogos, em 11 edições do Campeonato do Mundo, mas apenas três na segunda fase da competição e nunca o encontro decisivo.
- Árbitros portugueses em fases finais do campeonato do Mundo:

Mundial Jogo Fase Árbitro
Suíça1954 RFA – Turquia, 4-1 1.ª fase Vieira da Costa
Suécia1958 RFA – Irlanda do Norte, 2-2 1.ª fase Joaquim Campos
Inglaterra1966 Argentina - Suíça, 2-0 1.ª fase Joaquim Campos
México1970 Bulgária – Marrocos, 1-1 1.ª fase Saldanha Ribeiro
Argentina1978 Argentina – Hungria, 2-1 1.ª fase António Garrido
Espanha1982 Inglaterra – França, 3-1 1.ª fase António Garrido
Polónia – França, 3-2 3/4 lugares António Garrido
México1986 Hungria – França, 0-3 1.ª fase Carlos Valente
Itália1990 Argentina - Roménia, 1-1 1.ª fase Carlos Valente
Itália – Rep. Irlanda, 1-0 Quartos Carlos Valente
França1998 Jamaica - Croácia, 1-3 1.ª fase Vítor Pereira
Alemanha – México, 2-1 Oitavos Vítor Pereira
Japão/Coreia Sul2002 Dinamarca – França, 2-0 1.ª fase Vítor Pereira
México – Estados Unidos, 0-2 Oitavos Vítor Pereira
África Sul2010 Japão – Camarões, 1-0 1.ª fase Olegário Benquerença
Nigéria – Coreia Sul, 2-2 1.ª fase Olegário Benquerença
Uruguai – Gana, 1-1 ap(4-2 gp) Quartos Olegário Benquerença

AdChoices
AdChoices

Mais de Sportinveste

image beaconimage beaconimage beacon