Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pedro Proença apela ao "reforço do bom-senso e fair-play"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/04/2017 Ireneu Ribeiro

O líder da Liga apelou a que os agentes desportivos cumpram com as suas funções e que que termine a violência associada ao futebol

© Pedro Rocha/Global Imagens

Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, lançou um repto a todos os dirigentes desportivos de modo a que se chegue a um clima de paz no futebol nacional. Uma posição transmitida no abertura do Congresso "The Future of Football", evento realizado pelo Sporting.

"O futebol português tem todas as razões para acreditar num futuro risonho, apesar dos cenários catastróficos que muitos apregoam, com infelizes tragédias associadas ao futebol por comportamentos em que não nos revemos e que desonram o empenho, o esforço e a dedicação dos verdadeiros intérpretes que são os jogadores, os treinadores e os árbitros. Devemos, pois, ter a consciência de que este momento é claro e que não há inocentes. Não basta, por isso, ter crença e certezas alicerçadas na qualidade do futebol português e nas suas práticas de gestão. É necessário reforçar o bom-senso e de fair-play. Apelar a que cada um de nós que cumpra a sua missão, sabendo aquilo que tem de fazer. E este congresso nos ajudará, a todos, a refletir."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon