Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Peixe já aponta os jogadores dos sub-20 à Seleção principal

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/05/2017 Hugo M. Monteiro

Selecionador de sub-20 garante que os jogadores que convocou para o Mundial são "os que dão mais garantias".

O treinador da Seleção portuguesa de sub-20, Emílio Peixe, mostrou-se convicto de que Portugal vai apurar-se para a segunda fase do Mundial, apesar da derrota na estreia.

"Isto não é fácil, os jogadores sentem na pele que esta é uma competição rápida, muito exigente, e onde só alguns podem estar. Eles têm de dar a volta por cima e estou convicto que vamos conseguir o apuramento para os oitavos de final", garantiu Emílio Peixe, citado no site da Federação Portuguesa de Futebol.

Depois da derrota na estreia, com a Zâmbia (2-1), Portugal defronta na quarta-feira, em Jeju, na Coreia do Sul, a Costa Rica, que também perdeu na primeira jornada do grupo C, frente ao Irão (1-0).

© Jorge Amaral/Global Imagens

"Obviamente que não ficámos satisfeitos com o resultado, esperávamos atingir outro resultado, mas sentimos que é possível lutar pelo apuramento para a próxima fase. Jogámos contra uma boa equipa, que foi campeã de África e que tornou muito difícil a nossa tarefa, que era ganhar o jogo. Não conseguimos o nosso objetivo por mérito do adversário, mas também algum demérito da nossa parte, face às inúmeras oportunidades que criámos e não conseguimos materializar em golo", disse Peixe.

Campeão do mundo da categoria em 1991, Emílio Peixe assegurou que quer "ganhar o maior número de jogos possíveis e ir o mais longe possível", mas também "ajudar jovens jogadores a perceberem o que são este tipo de competições, a vivenciarem este tipo de situações, algo que "os irá ajudar no futuro".

"Todos ficaram tristes, desapontados, porque sentiram que podíamos ter vencido uma grande equipa. As nossas forças estão todas no jogo com a Costa Rica", assegurou.

Peixe considerou que "a Costa Rica é uma seleção fortíssima", com jogadores bons tecnicamente.

"Jogam com três defesas na zona central e dois laterais que se projetam muito no corredor ofensivo. É uma dinâmica de jogo diferente em relação às que temos vindo a enfrentar, mas estamos preparados", admitiu.

Sobre as escolhas para o Mundial, Peixe defendeu que chamou "os jogadores sob o ponto de vista da sua qualidade e da sua margem de crescimento".

"As nossas opções nunca foram feitas a olhar para a idade dos jogadores. Os 21 que aqui estão são os melhores neste momento e consideramos que são também, a médio e longo prazo, os que dão indicadores mais fiáveis de poderem chegar à nossa Seleção A. São estes que queremos ajudar, é com estes que nós contamos", disse.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon