Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pelo menos dois mortos e 120 feridos em sismo na ilha grega de Kos

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/07/2017 Administrator

Pelo menos duas pessoas morreram e mais de 120 ficaram feridas, na sequência de um sismo que destruiu edifícios antigos e causou danos num porto da ilha grega de Kos, informaram hoje as autoridades gregas.

De acordo com um novo balanço das autoridades gregas, 120 pessoas ficaram feridas. "Dois ou três feridos ficaram em estado grave e foram submetidos a intervenções cirúrgicas", disse Giorgos Halkidios, funcionário do governo regional de Kos.

O mesmo responsável disse que os feridos encontravam-se num edifício que ruiu.

O sismo, registado à 01:31 (23:31 de quinta-feira em Lisboa), causou danos estruturais em edifícios antigos. Danos menores -- fissuras em edifícios, janelas partidas e lojas destruídas -- foram generalizados, de acordo com as autoridades da cidade.

"O resto da ilha não tem problema. É apenas a cidade principal que tem problemas", disse o presidente da câmara de Kos, Giorgos Kyritsis, à imprensa grega.

"Os edifícios afetados eram principalmente antigos e foram construídos antes da introdução das regras de construção antissísmica", acrescentou. Os serviços de 'ferry' foram suspensos devido a estragos no porto principal de Kos, onde um forte do século XIV também foi danificado.

O epicentro do sismo foi registado a dez quilómetros a sul de Bodrum na Turquia e a 16 quilómetros da ilha de Kos. O hipocentro situou-se a 10 quilómetros de profundidade, indicou o instituto geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

O USGS indicou que a magnitude do sismo foi de 6,7 na escala aberta de Richter. O Observatório de Atenas registou uma magnitude de 6.

O sismo foi fortemente sentido nas costas ocidentais turcas e sobretudo na localidade de Bodrum.

As autoridades turcas disseram que o sismo teve magnitude de 6,3, tendo sido registadas mais de 20 réplicas.

Esengul Civelek, governadora da província de Mugla, disse que não houve vítimas, segundo avaliações iniciais. A responsável disse que "houve lesões menores devido ao medo e ao pânico".

Em Bitez, uma cidade turística a cerca de seis quilómetros a oeste de Bodrum, o sismo levou moradores assustados a correr pelas ruas. Os hóspedes de um hotel passaram a noite na rua, em camas improvisadas, de acordo com um jornalista de agência noticiosa Associated Press (AP) no local.

A Grécia e a Turquia estão situadas numa zona de grande atividade sísmica.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon