Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pepe quer voltar a marcar em Budapeste e vencer primeira de três finais

Logótipo de LusaLusa 02/09/2017

Budapeste, 02 set (Lusa) - O defesa-central Pepe afirmou hoje que o encontro com a Hungria, no domingo, será a primeira de três finais que a seleção portuguesa de futebol vai disputar para alcançar o apuramento direto para o Mundial2018.

Em setembro de 2009, no apuramento para o Campeonato do Mundo de 2010, o defesa-central marcou o golo da vitória de Portugal (1-0), naquele que foi o último jogo da formação lusa na capital húngara.

"Espero voltar a marcar, espero que sim. Mas o meu trabalho primeiro é defender, não deixar que o adversário marque. É isso que o selecionador me pede. Se tiver uma hipótese na marcação de um livre ou de um canto e marcar outra vez, vou ficar bastante feliz", afirmou Pepe.

O jogador de 34 anos falava aos jornalistas na conferência de imprensa de antevisão do jogo de domingo, da oitava jornada do grupo B de apuramento para o Mundial2018, na Arena Groupama, em Budapeste.

"É a primeira de três finais. Sabemos isso. Vamos respeitar as seleções adversárias, mas queremos estar no Mundial e não há motivação maior do estar numa fase final de um Campeonato do Mundo. Se não acreditarmos que vamos ganhar os três jogos, então mais vale ficar em casa. Queremos ganhar sempre", frisou.

Questionado sobre a importância de Cristiano Ronaldo, seu antigo companheiro de equipa no Real Madrid, na seleção nacional, Pepe disse que se sentia um "privilegiado" por poder jogar na mesma equipa que o avançado português.

"Ronaldo é importante na seleção e no futebol mundial. Tive o privilégio de jogar com ele oito anos no Real Madrid e 10 anos na seleção. Tudo o que ele faz é merecedor disso. É um profissional exemplar e um grande ser humano", referiu o agora defesa do Besiktas.

MIGUEL A. LOPES/LUSA © EPA / MIGUEL A. LOPES MIGUEL A. LOPES/LUSA

No final da conferência de imprensa, mal se levantou da mesa, Pepe foi 'invadido' pelos jornalistas húngaros, todos à procura de um autógrafo ou de uma fotografia com o jogador português.

O encontro está agendado para as 20:45 (19:45 em Lisboa) e será arbitrado pelo holandês Danny Makkelie.

Portugal ocupa o segundo lugar do grupo com 18 pontos, menos três do que a Suíça, que lidera e defronta à mesma hora a Letónia, em Riga. A Hungria segue na terceira posição com 10 pontos.

LG // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon