Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Permanência de Vagner no Boavista é difícil

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/04/2017 João Cardoso

O Mouscron quer o regresso do jogador e o valor que pede pela transferência complica o negócio

© Fornecido por O jogo

O Boavista pretende contar com Vagner para a próxima temporada, mas a tarefa não se adivinha nada fácil. O guarda-redes chegou ao Bessa em janeiro, emprestado pelo Mouscron até ao final desta época e o clube belga não está interessado em prolongar a cedência. Por outro lado, há uma discrepância entre aquilo que o Mouscron exige pela transferência definitiva de Vagner e aquilo que o Boavista está disposto a pagar. O salário do jogador também complica a missão do clube axadrezado, que tem tido no guardião uma figura determinante, já que em diversos encontros assumiu-se como o melhor elemento do Boavista.

O contrato de Vagner com o Mouscron termina em 2018, mas, apurou O JOGO, o guarda-redes gostaria de ter o contrato renovado e condições mais vantajosas. Recorde-se que o brasileiro chegou à Bélgica em 2015, depois de seis épocas no Estoril e conquistou o estatuto de titular, perdendo-o após uma derrota (5-1) em que o desempenho do jogador não foi feliz.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon