Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Petra Kvitova assume ferimentos graves na mão esquerda após assalto

Logótipo de LusaLusa 20/12/2016 João Godinho

Redação, 20 dez (Lusa) - A tenista checa Petra Kvitova assumiu hoje ter ficado lesionada com gravidade na mão esquerda, depois de ter sido vítima de um assalto na sua casa, em Prostejov, na República Checa.

Numa mensagem publicada na rede social Facebook, a atleta, de 26 anos, explicou que os ferimentos, sofridos quando se tentava defender do agressor, exigem a observação de especialistas, confessando ainda o seu alívio por "estar viva".

"Como já devem saber, fui hoje atacada no meu apartamento por um indivíduo com uma faca. Numa tentativa de me defender, fiquei gravemente ferida na minha mão esquerda. Estou abalada, mas feliz por estar viva. A lesão é grave e vou precisar de ser seguida por especialistas", afirmou.

Logo após a divulgação da notícia do ataque, Petra Kvitova recebeu inúmeras mensagens de apoio e solidariedade nas redes sociais. A tenista mostrou-se sensibilizada com o afeto recebido e agradeceu aos fãs, a quem também pediu respeito pela privacidade ao longo da sua convalescença.

"Obrigado a todos novamente pelo vosso amor e apoio. Agora, desejo alguma privacidade para me concentrar na minha recuperação", acrescentou a campeã de Wimbledon em 2011 e 2014.

O jornal diário checo Dnes escreveu que a tenista sofreu alguns cortes na mão esquerda, mas, segundo o seu porta-voz, Karel Tejkal, está "a ser acompanhada por médicos".

A estrela de ténis checa também está a recuperar de uma lesão no pé, que a deixará de fora da Taça Hopman, prova entre seleções mistas, que se inicia a 01 de janeiro.

JYGO // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon