Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Phelps: "Não acredito que muitos atletas estivessem limpos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/03/2017 O Jogo

O atleta mais medalhado de sempre em Jogos Olímpicos falou no Congresso dos Estados Unidos, numa audiência dedicada ao antidoping

O antigo nadador Michael Phelps, retirado depois do Rio'2016, esteve no Congresso dos Esatdos Unidos, em Washington, onde defendeu a necessidade de maior controlo antidoping.

© REUTERS/James Lawler Duggan

Detentor de 28 medalhas olímpicas, 23 delas de ouro, Phelps foi mais longe e contou que sentiu que o sistema nem sempre funcinou de forma igual para todos.

"Não acredito que nas competições internacionais em que participei todos os participantes estivessem limpos. Não acredito. Sei que quando a competição era nos EUA, todos estamos limpos porque passávamos pelo mesmo processo. Internacionalmente, algo tem de ser feito", afirmou.

"Ao longo da minha carreira, pensei que vários atletas estavam a fazer batota e algumas suspeitas confirmaram-se", disse também.

Phelps, de 31 anos, acrescentou ainda que, antes de competir no Rio de Janeiro, passou por 13 controlos de antidoping, enquanto 1913 atletas de desportos considerados "de alto risco" não foram avaliados.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon