Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pinto da Costa e a ausência do Benfica: "São manobras de diversão"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/06/2017 Hugo M. Monteiro

Pinto da Costa chegou cedo a Gondomar, onde festejou a conquista da Taça de Portugal em hóquei em patins, numa final four marcada pelo boicote do Benfica.

© Estela Silva/Lusa

Pinto da Costa chegou cedo a Gondomar, onde festejou a conquista da Taça de Portugal, numa final four marcada pelo boicote do Benfica. Assistiu a um jogo que valeu o terceiro triunfo desde que a época começou, em setembro, e fez questão de frisar: "Isto não é dobradinha, mas o triplete, porque recordo que vencemos, além do campeonato e da Taça, a Supertaça." Para o presidente do FC Porto, esta era uma época para continuar a somar títulos: "Esperava que terminasse assim, porque sempre soube do valor desta equipa. Já no ano passado, a época terminou com a vitória na Taça de Portugal frente ao Benfica, que nessa altura não faltou. Depois, na Supertaça, vencemos novamente ao Benfica e tínhamos tudo para fazer uma época como esta. Sempre tive muita confiança em todos."

Sobre a ausência do Benfica, numa decisão eventualmente ligada às recentes polémicas que afetam o futebol, Pinto da Costa sublinhou. "São manobras de diversão com as quais não alinho e que servem para desviar as atenções de coisas mais importantes. Esta foi uma final fantástica. O Tomar é um digno vencido. Merece estar aqui e na próxima Supertaça."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon