Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pinto da Costa: "Felizmente não tratámos mal o Bella Guttman"

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/05/2017 João Cardoso

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, destacou a vitória do FC Porto em Viena, a 27 de maio de 1987, e "picou" o eterno rival

Reviver Viena: "Naturalmente, compreendem que quem viveu aquele dia 27 de maio de 1987 não consegue recordar-se sem sentir emoção. Qualquer um de nós que participou nessa jornada ainda hoje sente arrepios quando revê esse memorável jogo. Quase todos nós sabemos de cor o lance que vem a seguir ao que estamos a ver. Foi, de facto, uma noite especial. Mas, mais excecional, é que ao fim de 30 anos se possa, num momento menos vitorioso, sentir o fervor clubista, o amor ao FC Porto".

Reencontro com os campeões: "Ter aqui a fina flor do FC Porto, os nomes que preenchem a página mais gloriosa da nossa história é um privilégio. Recordar e ver que temos aqui o Amaral, o João Pinto, o Eduardo Luís, o Lima Pereira, o Futre... São motivos de grande satisfação. Temos de recordar também os que não estão cá mas que gostariam de estar. Tenho pena que não possa estar presente - e não está por motivos de saúde - o nosso treinador Artur Jorge, o primeiro português a ser campeão europeu. É bom recordar esses tempos. É bom viver a memória do passado. Mas isso só interessa se nos servir de motivação para o futuro. Se ela fizer que este espírito esteja presente no dia-a-dia. O vosso exemplo vai permitir que outros fiquem também na história. O FC Porto irá ser digno da continuidade do que fizeram e representaram para o nosso clube".

© Fornecido por O jogo

História dos muros vandalizados: Há uns dias saí de casa e um amigo meu ligou-me: 'presidente, pintaram os muros da sua casa'. Eu disse: 'mas a minha casa não tem muros'. Ele insistiu: 'alguém pintou lá alguma coisa. É melhor ver'. Voltei para trás e já estavam a apagar aquilo. Mas mesmo apagadas, apareceram nas televisões. Estavam apagadas, mas apareceram. Vi em todos os canais: 'Casa do presidente do FC Porto vandalizada'. 'Muros da casa do presidente vandalizados'. 'Insultos ao presidente'. Tive o cuidado de ver a que distância estava o muro da minha casa. São só 1750 metros, numa rua que não tem casas nem tem condomínio. Eu perguntei: 'não me digas que sou proprietário disto tudo? Mas não. Parece brincadeira, mas traduz o que preocupa os programas".

Bella Guttmann: "O exemplo que os campeões de 1987 deram, na campanha fantástica há 30 anos, é o que deve ser o nosso pensamento. isso é que devemos rever A nossa caravana passa, com todos nós e, com a nossa união, podem pintar os muros que quiserem. Nós vamos responder com trabalho, com união. Nós vamos ser dignos desta maravilhosa equipa. O amor com que o João Pinto agarrou a taça representa o que é uma vitória para o FC Porto. Foi o que ela representava e representou. felizmente, não foi um acidente. Felizmente, o Bella Gutmann nunca foi mal tratado por nós. Depois daquela, vieram mais seis"

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon