Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Pizzi impedido de limpar amarelos antes do clássico

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/03/2017 João Cardoso
© Gerardo Santos

É o atleta da Liga há mais tempo em risco (1295"), superando os 1000" de Josué, do V. Guimarães

Pizzi leva 15 jogos consecutivos a resistir ao quinto cartão amarelo no campeonato e é neste momento o futebolista com mais minutos na Liga à beira do castigo. O internacional português até poderia já ter "resolvido" a questão dos cartões, mas as ausências de Fejsa e Jonas - falharam vários jogos por problemas físicos - impediram que a gestão fosse feita de outra maneira.

Somando 1295 minutos "pendurado" desde que viu o quarto amarelo no embate com o FC Porto, na 10.ª jornada, no Estádio do Dragão, o internacional português bate claramente a concorrência neste capítulo, pois o futebolista que mais se aproxima de Pizzi na capacidade de fugir à quinta cartolina é Josué, do V. Guimarães. Tendo visto o quarto amarelo na prova na 15.ª jornada, perante o Arouca, o central vimaranense soma há dez partidas seguidas sem ser novamente admoestado, algo que lhe permite manter o estatuto de totalista na competição.

Esta é a segunda temporada com pior desempenho disciplinar por parte de Pizzi, apenas superado pela época realizada do serviço do Corunha (2012/13), na qual o internacional português finalizou a liga espanhola com seis cartões amarelos, isto num ano em que tem até agora precisamente o seu máximo de utilização num campeonato (3132 minutos). Pelo Benfica, tinha visto um amarelo em 2014/15 e três em 2015/16.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon