Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Poço a sudeste de Timor com "potenciais significativos" de hidrocarbonetos -- Timor Gap

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

A petrolífera timorense Timor Gap anunciou hoje que análises preliminares apontam a existência de "potenciais acumulações significativas de hidrocarbonetos" numa zona do Mar de Timor a 50 quilómetros a sudeste da ilha de Timor.

Os potenciais recursos de prospeção estão no bloco PSC TL-SO-15-01, localizado a cerca de 50 quilómetros a sudeste da ponta leste da ilha, o qual já foi alvo de pesquisas sísmicas de banda larga 2D e 3D, explica a petrolífera numa nota enviada à Lusa.

Localizado "a meio caminho" entre Timor-Leste e o campo de gás Greater Sunrise, o bloco TL-SO-15-01 foi sujeito à pesquisa sísmica Crocodile 3D que em 2016 analisou cerca de 2.780 quilómetros quadrados, a maior parte da área do bloco.

Este ano a Timor Gap assinou um contrato para uma "avaliação completa do potencial de prospeção" da potencialidade completa do bloco à empresa de geociências CGG.

Os resultados iniciais dessa avaliação "revelaram claramente a geologia na zona por baixo do declive norte do canal de Timor", permitindo confirmar "a existência de mais de 30 estruturas sísmicas individuais em vários níveis geológicos (dos períodos Jurássico, Triásico e Permiano), frequentemente empilhados verticalmente, em 17 locais geograficamente distintos", refere a nota da Timor Gap.

"O tamanho das estruturas sugere potenciais acumulações significativas de hidrocarbonetos mais próximas da costa de Timor-Leste. Isso inclui um canal de exploração anteriormente não reconhecido em profundidades intermédias de água que fornece vários alvos de exploração e perfuração altamente atraentes", adianta.

Segundo a Timor Gap, a identificação das potencialidades nas formações abre a possibilidade de explorações na região, demonstrando que o projeto "é um investimento altamente valioso para a exploração de petróleo no território soberano de Timor-Leste".

Para gerir o bloco em causa a Timor Gap criou uma subsidiária detida a 100%, a TIMOR GAP Offshore Block Unipessoal Lda, que por sua vez celebrou um contrato de partilha de produção para o PSC TL-SO-15-01.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon